Google

O diferencial dos novos modelos de negócio no mercado editorial

 




Novas formas de venda de livros



O diferencial dos novos modelos de negócio no mercado editorial

A demanda da era digital exige uma rápida adaptação às novas formas de venda de todas as áreas que trabalham com comércio de produtos, principalmente o mercado editorial brasileiro, que vem sofrendo uma baixa acentuada pela pandemia de Covid-19. Para melhorar esse cenário é preciso inovar na maneira de se relacionar com os leitores, buscando atrair novos e cativando cada vez mais os já assíduos.

Clubes de assinatura de livros, financiamento coletivo entre autores e leitores (os famosos crowdfundings) -, obras escritas em coautoria por vários autores engajados em divulgar e vender exemplares para sua rede de relacionamentos, editoras que realizam vendas antecipadas de seus futuros lançamentos muitos meses antes dos livros serem publicados e atendimento personalizado das pequenas livrarias são exemplos de modelos de negócio emergentes que conseguem cativar o leitor e proporcionar uma experiência mais exclusiva para ele.

Eduardo Villela, book advisor que trabalha há mais de 16 anos com publicação de livros, acredita no poder destas formas de vendas: "Alguns leitores se aproximam mais por causa das indicações de leituras específicas para cada perfil, outros pela surpresa de título/autor a cada mês, como é o caso das pequenas livrarias e dos clubes de assinatura". Já no financiamento coletivo, ele destaca o engajamento dos próprios leitores - "como os leitores já conhecem o autor, eles promovem e compartilham a causa para arrecadação do valor necessário para a confecção do produto final. Já um grupo de autores que se reúne para escrever e publicar em coautoria tem a força de poder contar com sua rede de contatos para a divulgação e venda do livro. aumenta o alcance de diferentes públicos", observa.

O marketing digital também oferece um potencial muito interessante de alcance e interação com os leitores. Por exemplo: campanhas online para lançamento de edições especiais, autografadas e limitadas; e organização de um a dois meses especiais de lives sobre os assuntos do livro que acabou de ser publicado. "O marketing digital é um grande aliado e impulsionador das vendas online. É muito importante que autores, editoras, livreiros e clubes de assinatura desenvolvam um bom planejamento de ações de marketing digital para poderem se aproximar mais dos leitores.", enfatiza o book advisor.



Eduardo Villela é Book Advisor e assessora pessoas, famílias e empresas na escrita e publicação de seus livros. Trabalha com escrita e publicação de livros desde 2004. Já lançou mais de 600 livros de variados temas, entre eles comportamento e psicologia, gestão, negócios, universitários, técnicos, ciências humanas, interesse geral, biografias e ficção infantojuvenil e adulta. Atuou como editor de aquisições de livros universitários e de negócios na Editora Saraiva, editor de livros de negócios na editora Campus-Elsevier, gerente editorial de todas as linhas de publicação na Editora Gente e copublisher e diretor comercial na Editora Évora. Graduou-se em Relações Internacionais e cursou mestrado em administração, ambos na PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica). Mais informações em www.eduvillela.com