Pesquisar

4 de dez. de 2020

Instituto Claro apoia início da coleta de milhares de ovos de quelônios na Amazônia

 



Instituto Claro apoia início da coleta de milhares de ovos de quelônios na Amazônia

Projeto Pé-de-Pincha atua nas comunidades de Mamori e Igapó-Açú, no Amazonas, visando a preservação e desenvolvimento da espécie


São Paulo, 04 de dezembro de 2020 - Os meses de agosto e setembro marcaram o início do programa Pé-de-Pincha, projeto de conservação das populações de quelônios em municípios do Amazonas, com a coleta de mais de oito mil ovos de Tracajás - réptil da ordem dos quelônios, como tartarugas, cágados e jabutis - nas comunidades do Mamori e Igapó-Açu, localizada em uma Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) no Amazonas, que integra as Unidade de Conservação Estaduais geridas pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas (SEMA). O projeto Pé-de-Pincha é uma parceria entre o Instituto Claro e a SEMA, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, Comunidade do Ramal do Mamori e entorno e Universidade Federal do Amazonas - UFAM.

Na região do Igapó-Açú foram coletados mais de 6,4 mil ovos de quelônios. Já na comunidade do Mamori, mais de 1,5 mil ovos foram coletados e transferidos para as áreas de conservação. Ao todo, 406 ninhadas foram protegidas para o desenvolvimento dos quelônios. "Esse tipo de iniciativa é de suma importância para levar conhecimento ambiental e de conservação das inúmeras espécies que existem na fauna brasileira. Além disso, o Projeto Pé-de-Pincha conta com diversos trabalhos sociais que auxiliam a população no entendimento dessas causas relacionadas ao meio ambiente e atividades infantis que estimulam a educação ambiental para crianças", afirma Flávio Rodrigues, gerente de responsabilidade social da Claro.

Desde 2010, o Instituto Claro colabora na proteção dos ovos durante a baixa dos rios e na soltura dos filhotes na época da cheia. A iniciativa oferece treinamento aos moradores - com o apoio do Ibama e a supervisão da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), palestras e cursos, além de conservar as espécies realizando a transferência dos ninhos para áreas de proteção. Após a eclosão dos ovos e os filhotes crescerem um pouco mais são devolvidos a seu habitat natural.

Sobre o Instituto Claro

A área de Responsabilidade Social da Claro investe continuamente em ações relacionadas à Educação e à Cidadania, por meio do Instituto Claro, com o objetivo de atuar em frentes sociais que integram a tecnologia e a informação como fonte de desenvolvimento e conhecimento. Desta forma, realiza e apoia projetos como o Campus Mobile, o Educonex@o, o Programa Dupla Escola, entre outros. O Instituto Claro é qualificado como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) pelo Ministério da Justiça, e é reconhecido pelo Departamento de Informação Pública das Nações Unidas (DPI/ONU) como uma organização não governamental corporativa que promove os ideais e princípios sustentados pela Carta das Nações Unidas.

Conheça outras realizações no site do Instituto Claro
https://www.institutonetclaroembratel.org.br/


Contatos para a imprensa
In Press Porter Novelli
imprensaclaro@inpresspni.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA