PESQUISA

Páginas

Instituto Vila Educação apresenta o Programa Compasso Socioemocional

O Compasso é uma adaptação do Second Step, programa americano presente em mais de 70 países, do qual o Instituto Vila Educação é o responsável pela implementação na rede pública no Brasil


Em um cenário como o que vivemos atualmente, nunca foi tão importante saber lidar com as emoções, fortalecer o sentimento de empatia e resolver os problemas de forma segura e responsável. Essas são habilidades que podem ser trabalhadas e incentivadas desde a infância, no convívio familiar, com a comunidade e nas escolas, por meio da educação socioemocional.

Reconhecendo a importância dessas habilidades para o desenvolvimento humano e tendo a educação como propósito e meio de transformação, o Instituto Vila Educação criou o Programa Compasso Socioemocional. Desenvolvido a partir do Second Step, programa que está presente em mais de 70 países, atingindo milhões de crianças em todo o mundo, o Compasso é implementado no Brasil pelo Instituto.

Com foco em escolas públicas, o Programa Compasso tem como objetivo promover um ambiente de aprendizagem bem sucedido para crianças do Ensino Infantil e Fundamental 1, com idades entre 4 e 11 anos.

"A forma como a sociedade organiza o conhecimento, os comportamentos e as emoções tem se transformado ao longo do tempo, alterando as relações sociais nos mais variados contextos. Como um dos principais pilares do desenvolvimento humano, a educação precisa acompanhar essas mudanças, abrindo espaço para processos de ensino e aprendizagem que dialoguem com os desafios contemporâneos", explica Débora Schaffer, diretora do Instituto Vila Educação.

A diretora acredita que para alcançar os benefícios da aprendizagem socioemocional desde a infância, as instituições de ensino precisam contar com um programa estruturado, que inclua materiais para alunos e professores, formação continuada, manutenção do diálogo com a família e comunidade, além de contar com avaliações regulares, pesquisas e ciclos de desenvolvimento.

No Brasil, o Compasso já atendeu mais de 350 mil alunos da rede pública. Com aulas práticas e interativas, conduzidas pelos professores em sala de aula, o aluno aprende o conceito por meio de discussões em grupo e praticam o que aprendem por meio da prática de habilidades, reflexões dirigidas e trabalhos em duplas.

Como o Programa Compasso dialoga com a nova BNCC?

O autoconhecimento, a autorregulação, a consciência social, habilidades de relacionamento e de tomada decisão responsável são as cinco competências socioemocionais aplicadas pelo Programa Compasso. Essas diretrizes são as sugeridas pelo Collaborative for Academic, Social, and Emotional Learning (CASEL), organização de abrangência mundial responsável pela inauguração dos estudos acerca da aprendizagem social e emocional.

No Brasil, essas competências socioemocionais foram estabelecidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) em dezembro de 2017, por meio de homologação do Ministério da Educação (MEC), e passaram a ser consideradas em todas as competências gerais. Dessa forma, todas as escolas deverão contemplá-las em seus currículos a partir de 2020.

Diante desse cenário, conhecer mais sobre a educação socioemocional se tornou imprescindível para os agentes da educação. Em consonância com as diretrizes, o currículo do Programa Compasso já oferece uma estrutura de quatro áreas que compõem as unidades dos materiais pedagógicos para serem trabalhadas de forma específica com cada faixa etária. São elas: Habilidades de Aprendizagem; Empatia; Lidando com as Emoções; e Habilidades de Amizade e Resolução de Problemas.

Assim como a BNCC, o Compasso preocupa-se com a transição das crianças da Educação Infantil para o Ensino Fundamental I, que exige do aluno adaptação à apresentação dos temas em forma de disciplinas, além de novas formas de avaliação e desafios socioemocionais. Por isso, os conteúdos articulam diferentes assuntos do cotidiano, e os professores são incentivados a interagir com as crianças de maneira lúdica e criativa, diversificando os recursos e inserindo-as no processo de construção e fixação do conhecimento.

Os familiares e a comunidade também exercem uma participação importante e direta na rotina de aprendizado infantil ao estimular as crianças à descoberta com base em situações do dia a dia.

Sobre o Instituto Vila Educação

Criado em 2014, o Instituto Vila Educação (IVE) é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), sem fins lucrativos, que visa contribuir para o desenvolvimento humano por meio das habilidades socioemocionais em diversos contextos sociais. Dentre as iniciativas, desenvolve e implementa o Programa Compasso Socioemocional, um programa estruturado de aprendizagem socioemocional, em escolas públicas de Ensino Infantil e Fundamental 1. Além disso, realiza consultorias, palestras, workshops e cursos alinhados ao desenvolvimento de competências socioemocionais.