Simulado português pedagogia

 1) (VUNESP) Assinale a alternativa em que a palavra “que” retoma um substantivo que a antecede.

 (A) Tudo mostra que as cotas raciais não são uma solução ideal... 

(B) ... enorme massa que nem passa das fases iniciais da vida acadêmica.

 (C) ... vê-se que o sistema tem funcionado e beneficiado quem precisa.

 (D) O economista Marcelo Néri [...] observa que o índice de gente... 

(E) Que ninguém se iluda: o sistema de cotas é complexo...


2. (VUNESP) Nos trechos “as cotas raciais não são uma solução ideal”, “na sua limitação, o sistema tem funcionado” e “vem reduzindo, inclusive, a inibição com a cor da pele”, os termos destacados significam, respectivamente: 

(A) perfeita; restrição; constrangimento. 

(B) irreparável; insuficiência; motivação. 

(C) adequada; contenção; impedimento. 

(D) eficiente; imposição; timidez.

 (E) positiva; moderação; hesitação.


3) (VUNESP) Considere a passagem para responder às questões de números 

. “Que ninguém se iluda: o sistema de cotas é complexo, não faz milagres, e a discriminação não está nem perto de acabar.” 

 Na argumentação do autor, essa passagem do texto funciona como 


(A) uma advertência, enfatizando a ideia de que a discriminação ainda persiste na sociedade. 

(B) um comentário, observando que as cotas não fazem milagres, mas podem logo ser extintas. 

(C) uma crítica, deixando claro que o sistema de cotas tem a capacidade de fortalecer a discriminação.

 (D) uma ressalva, destacando a necessidade de acreditar em milagres para se vencer a discriminação.

 (E) um resumo, mostrando que a discriminação não acaba porque o sistema de cotas é complexo.


4)  (VUNESP). Eu achei minha redação formidável e preferia um dez      um zero exemplar. Não pensei que a professora chegaria      uma nota tão desconcertante assim, opondo esse resultado       minhas pretensões literárias. 

De acordo com a norma-padrão, as lacunas da frase devem ser preenchidas, respectivamente, com: 

(A) à ... à ... às 

(B) a ... à ... a 

(C) à ... a ... à 

(D) a ... a ... às 

(E) à ... a ... as

5) (VUNESP) Na passagem – Era para fazer uma redação em aula sobre a ociosidade, e eu não tinha a menor ideia do que era ociosidade. –, a conjunção “e” expressa sentido de 

(A) explicação e, nesse contexto, pode ser substituída por “pois”.

 (B) conclusão e, nesse contexto, pode ser substituída por “então”. 

(C) oposição e, nesse contexto, pode ser substituída por “mas”. 

(D) comparação e, nesse contexto, pode ser substituída por “como”. 

(E) tempo e, nesse contexto, pode ser substituída por “enquanto”.


QUESTÃO:  1- B    2 -  A     3-A     4- D         5- C 

Comentários