As concepções de gestão escolar - Segundo Libâneo



Segundo Libâneo (2004), estudos sobre a organização e gestão escolar apresentam diferentes concepções a respeito de estilos de gestão da escola. As concepções de gestão escolar refletem diferentes posições políticas e concepções do papel da escola e da formação humana na sociedade. Entre as concepções apresentadas pelo autor, podem-se citar as concepções: científico-racional, sociocrítica, técnico-científica, autogestionária, interpretativa e a concepção democrático-participativa. De acordo com Libâneo, a respeito dessas concepções, é correto afirmar que, na concepção

A) técnico-científica, a ação organizadora valoriza muito as interpretações, os valores, as percepções e os significados subjetivos, destacando o caráter humano e secundarizando o caráter formal, estrutural e normativo.

B) científico-racional, dá-se forte peso à estrutura organizacional, à definição rigorosa de cargos e funções, à hierarquia de funções, às normas e regulamentos, à direção centralizada e ao planejamento com pouca participação das pessoas.

C) autogestionária, a escola é tomada como uma realidade objetiva e neutra, que deve funcionar racionalmente e, por isso, pode ser planejada, organizada e controlada de modo a alcançar melhores índices de eficácia e eficiência.

D) democrático-participativa, as decisões são tomadas por meio de assembleias e reuniões, buscando eliminar todas as formas de exercício de autoridade e poder. Recusa normas e sistemas de controles, acentuando-se a responsabilidade coletiva.


E) interpretativa, valorizam-se o poder e a autoridade, exercida unilateralmente; ressaltam-se rígidas determinações de funções e relações de subordinação. A racionalização do trabalho é supervalorizada em nome da eficácia e da eficiência.



OBSERVAÇÃO 




Gestão técnico-científica: educação voltada para o mercado de trabalho, modelo tradicional, o diretor é detentor do poder;  (O DIRETOR MANDA)

Gestão Autogestionária: poder coletivo da escola, reuniões, conselhos, decisão e poder são coletivos;
(NINGUÉM MANDA NADA) 


Gestão Interpretativa: é mais subjetiva, leva em conta intenções e a interação entre as pessoas;
(FALA MUITO, PROBLEMATIZADORA)



Gestão Democrática-Participativa: se propõe a articular, pelo diretor, a proatividade e a participação dos agentes educacionais que se relacionam com ele; 
(SOCIALISTA, O DIRETOR SOCIALIZA)



Gestão científico-racional: centraliza as tomadas de decisão e pouca participação dos profissionais.
(EXÉRCITO: UM GRUPO  MANDA) 







Interpretativa: a ação organizadora valoriza muito as interpretações, os valores, as percepções e os significados subjetivos, destacando o caráter humano e secundarizando o caráter formal, estrutural e normativo.    (ESCOLA SUBJETIVA)



Científico-racional: dá-se forte peso à estrutura organizacional, à definição rigorosa de cargos e funções, à hierarquia de funções, às normas e regulamentos, à direção centralizada e ao planejamento com pouca participação das pessoas.     (CIÊNCIA)


Técnico-científica: a escola é tomada como uma realidade objetiva e neutra, que deve funcionar racionalmente e, por isso, pode ser planejada, organizada e controlada de modo a alcançar melhores índices de eficácia e eficiência.    (ESCOLA TÉCNICAS) 



Autogestionária: as decisões são tomadas por meio de assembleias e reuniões, buscando eliminar todas as formas de exercício de autoridade e poder. Recusa normas e sistemas de controles, acentuando-se a responsabilidade coletiva.    (ANARQUISMO)


Técnico-científica: valorizam-se o poder e a autoridade, exercida unilateralmente; ressaltam-se rígidas determinações de funções e relações de subordinação. A racionalização do trabalho é supervalorizada em nome da eficácia e da eficiência. (ESCOLA TÉCNICA)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Selic deverá permanecer em 13,75% ao ano

Falecimento de Glória Maria

Texaco

ABRE - ESTÁGIO - EMPREGO - APRENDIZ

Novos casos de câncer por ano até 2025

Anticoagulante

O governador Tarcísio de Freitas sancionou o projeto de Lei que prevê o fornecimento de medicamentos à base de canabidiol

Pix Internacional

Verticalização da Cidade de São Paulo