Cursos de japonês e mandarim totalmente online, com professores nativos

Fluency Academy lança cursos de japonês e mandarim totalmente online, com professores nativos



Escola de idiomas finaliza primeiro trimestre de 2021 com novidade que permite aos alunos o domínio dos idiomas orientais até o final do ano

Já pensou em falar japonês ou mandarim com segurança até o final de 2021? Esta é a proposta da Fluency Academy, escola de idiomas que acaba de lançar dois novos cursos de línguas asiáticas para aprender sem sair de casa. Com uma metodologia inovadora e professores nativos, o curso promete o domínio dos idiomas em apenas sete meses.

Os cursos de mandarim e japonês da Fluency Academy podem ser feitos por qualquer interessado em aprender os idiomas, de forma totalmente online, com professores nativos. São divididos em 24 unidades, pensados para quem quer desenvolver e acelerar o processo de aprendizado, com aulas de pronúncia nativa, expansão de vocabulário, expressões e gírias, além de outros assuntos discutidos durante a sua realização. Para todas as unidades é oferecido o Memorization Hack, grande diferencial da metodologia da escola.

"O MemHack é um aplicativo pensado para que o aluno possa fazer sua prática de estudos em qualquer lugar, estando ou não conectado à internet. O app conta com um algoritmo de memorização, especialmente desenvolvido pela Fluency Academy, que garante que o aluno estará sempre estudando o que precisa, quando precisa. Garantindo assim a fixação de todo o conteúdo na memória", explica Rhavi Carneiro, fundador e CEO da Fluency Academy. Ele revela que, para o curso de mandarim, a novidade é que além das frases e áudios correspondentes, os baralhos de ideograma irão trabalhar com ilustrações para facilitar o aprendizado do aluno. O mesmo acontece com japonês nas aulas de Kanjis.

Para Rhavi, o lançamento dos cursos representa o percurso natural da trajetória da escola, que conta atualmente com 5 línguas: inglês, espanhol, italiano, francês, alemão, além dos dois idiomas orientais recém-lançados - sendo o mandarim considerado o idioma do futuro, do mundo dos negócios, acompanhando um grande crescimento da China no mercado, e o japonês está ligado à uma comunidade no Brasil. "Para mim, nada mais desafiador do que você ensinar um idioma oriental, como o mandarim e o japonês. É um aprendizado que exige mais e, portanto, um desafio pessoal de adaptar a metodologia a esse aprendizado e ter resultados com os alunos da Fluency Academy", conclui Rhavi.




Para mais informações sobre os cursos e matrículas, acesse https://rhavi.co/lista-de-espera.



Comentários