Meias de compressão são todas iguais?​

 

As meias de compressão são mais conhecidas e associadas aos procedimentos médicos, entretanto, há vários modelos, desde compressão leves, até os modelos médicos prescritos, para determinadas situações, inclusive para prevenção e prática de esportes. 


Meias de compressão são todas iguais?​ Conheça as diferenças entre os tipos disponíveis no mercado

De tratamentos leves até meias prescritas, conheça as diferenças da terapia de compressão feita pelas meias
Muitas pessoas ainda possuem diversas dúvidas quando falamos de meias de compressão. Caso a pessoa nunca tenha passado por procedimentos cirúrgicos, é mais incomum ter utilizado o acessório. Muitas vezes, por não saber que existem diversos modelos, inclusive para práticas esportivas, e tipos de compressão, que variam de acordo com a necessidade. Alguns, no entanto, são utilizados para prevenção de eventuais problemas e auxílio para uma melhor saúde das pernas.

A terapia de compressão consiste em aplicar um tipo de ‘dispositivo’ elástico, principalmente nos membros, para exercer pressão controlada sobre os mesmos. Ao comprimir os membros ou outras regiões do corpo, este ‘dispositivo’ de compressão atua para diminuir o diâmetro das veias e permitir que as válvulas venosas fechem e voltem a funcionar corretamente. Desta maneira, melhoram a circulação local e contribuem para o retorno do fluxo sanguíneo para o coração.

Outra importante explicação sobre o tema é que as meias de compressão não são todas iguais. Este item, valorizado cada vez mais por quem busca prevenção, também não possui o mesmo objetivo. Com tantas opções no mercado, é importante saber qual a meia de compressão ideal para o tratamento e necessidade. Os produtos, em alguns casos, são produzidos e classificados por diferentes intensidades de compressão, indo de uma compressão suave até alta.

Cada vez mais confortáveis, as meias de compressão, sejam para tratamento pós-operatório ou usadas para prevenção no dia a dia, não devem esquentar no uso e precisam ser fáceis de vestir. As meias da SIGVARIS GROUP, empresa líder no mercado de acessórios de compressão graduada, por exemplo, não esquentam, pois possuem a tecnologia Clima Control que garante sensação térmica, podendo ser usada de maneira confortável (sem esquentar) mesmo no verão. São fáceis de vestir e possuem proteção antimicrobiana, além de possuírem uma alta durabilidade.

O médico Marcelo Eckert Zanoni, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, esclarece os três diferentes tipos de compressão e lembra que, antes de qualquer decisão sobre o tema, no caso de produtos médicos, é primeiro passo é procurar o médico especialista, que irá receitar o produto mais indicado.

• Meia de suave compressão: possuem uma compressão de 15 até 23 mmHg e são indicadas para pernas cansadas, doloridas ou no caso de permanência por longos períodos em pé ou sentado. Também são aconselhadas, em alguns casos, para viagens de longa distância e prevenção de varizes. São de grande eficácia na prevenção do inchaço e na retenção de líquido mesmo nas pessoas que não apresentam varizes ou doenças venosas. Outro fator interessante é que qualquer pessoa pode utilizá-la mesmo sem prescrição médica, dando sensação de segurança e conforto promovendo um funcionamento normal da circulação.

• Meia de média compressão: de 20 a 30 mmHg, são indicadas para varizes, tratamento de doenças venosas e linfáticas, após tratamentos ou pós-operatório de varizes; apresentam compressão mais intensa e devem ser usadas nos casos de insuficiência venosa crônica

• Meia de alta compressão: de 30 a 40 mmHg, essa é uma meia prescrita pelos médicos em casos de manifestações severas, tratamento de trombose venosa profunda, varizes com edema, insuficiência venosa crônica e acometimentos em grandes vasos.

• Meias antitrombo: indicadas para utilização durante cirurgias para prevenção de trombose, com compressão que varia de 18-23 mmHg, e também indicada para os períodos pós e pré-operatório. Essas são os modelos geralmente na cor branca, que vem em uma embalagem esterilizada, que evita contaminações quando manuseada pela equipe médica na cirurgia; essas meias são colocadas para o uso durante o ato cirúrgico e durante toda a internação a fim de evitar a temida trombose venosa pós-operatória ou pós internações prolongadas.

• Meias de uso geral (esportivas, linhas de beleza e bem-estar): existem no mercado diferentes modelos utilizados para práticas esportivas e também modeladoras. Estes produtos, que são de suave compressão, não possuem contraindicações e podem ser utilizadas por atletas amadores ou profissionais ou mesmo quem busca mais conforto para a saúde das pernas. As meias esportivas são excelentes alternativas para o uso cotidiano com calçados esportivos tipo tênis em pessoas que necessitam destes para o cuidado com as articulações, as meias modeladoras e da linha de beleza procuram adaptar a funcionalidade e a fisiologia normal às necessidades individuais. Estes modelos para uso em diversas situações vão desde ocasiões de trabalho até lazer com tamanhos, cores, texturas que se moldam ao estilo de vida escolhido.

Sobre a SIGVARIS GROUP

A SIGVARIS GROUP é uma empresa suíça de capital 100% familiar desde sua fundação e líder de mercado global na produção de meias médicas de compressão graduada, com o objetivo de promover saúde e qualidade de vida às pessoas, prevenir e tratar doenças venosas e proporcionar conforto em todos os momentos da vida. A empresa foi fundada em 1864 na cidade de Winterthur e, por aproximadamente 100 anos, produziu "tecidos emborrachados elásticos", comercializado na Suíça e no Exterior. Entre 1958 e 1960, colaborou com o Dr. Karl Sigg para desenvolver meias médicas de compressão para melhorar a função venosa e aliviar os sintomas venosos. O portfólio de produtos foi ampliado em 2009 quando as linhas esportivas, de viagem e de bem-estar, dedicadas ao consumidor, foram acrescentadas à linha médica. As meias das linhas de viagem e bem-estar proporcionam uma função preventiva e aliviam os primeiros sintomas de problemas nas pernas, enquanto os produtos da linha esportiva apoiam o desempenho dos atletas e seu tempo de recuperação. No mundo, são 1,5 mil funcionários, em fábricas na Suíça, França, Brasil, Polônia e Estados Unidos, bem como subsidiárias integrais na Alemanha, Áustria, Reino Unido, Canadá, China, Austrália, México e Emirados Árabes Unidos, com atendimento a 70 países. No Brasil, são 200 funcionários em sua sede, em Jundiaí.

Outras informações

Informações para a imprensa

CDI Comunicação

Comentários