Anahp reelege Eduardo Amaro e Henrique Neves como presidente e vice-presidente da associação

 




Anahp reelege Eduardo Amaro e Henrique Neves como presidente e vice-presidente da associação

A Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp) empossou nesta quarta-feira (31), o novo conselho de administração da entidade, que assume a gestão 2021/2024. Durante a primeira reunião dos conselheiros, Eduardo Amaro, diretor do Hospital e Maternidade Santa Joana, foi reeleito presidente do conselho da associação, assim como Henrique Neves, diretor geral do Hospital Israelita Albert Einstein, que segue na vice-presidência.

Amaro dará continuidade ao trabalho que vem sendo feito para fortalecer o papel da Anahp enquanto porta-voz de seus hospitais associados frente aos grandes desafios do setor da saúde. "Hoje assumo a responsabilidade de dar continuidade ao primoroso trabalho que vem sendo realizado na Anahp há 20 anos. Cada liderança que passou por aqui deixou um importante legado e a associação se tornou uma entidade forte, representativa e atuante. Fico feliz por poder fazer parte dessa trajetória e de contribuir para ultrapassar os novos desafios impostos, principalmente em um cenário tão difícil quanto o que vivemos, de enfrentamento de uma pandemia sem precedentes", declarou Amaro.

Henrique Neves avaliou o papel da Anahp no setor, que foi potencializado pela pandemia. "O setor de saúde já é complexo por si só, seja pela forte regulação, relevância econômica e, claro, os objetivos principais: a saúde e a vida. Atualmente, estamos em um momento ainda mais desafiador em virtude do agravamento da pandemia. Temos visto a escassez de recursos como medicamentos, leitos, profissionais, entre outros. Inclusive, temos visto o governo intervir e desenvolver iniciativas que, eventualmente, podem trazer impactos caso não sejam devidamente avaliadas. Esse cenário faz com que o papel da Anahp como entidade representativa seja ainda mais crucial para seus associados", afirmou.

Além de Amaro e Neves, integram o novo conselho Fernando Torelly, CEO do Hospital do Coração - HCor (SP); Henrique Salvador, presidente do Hospital Mater Dei Santo Agostinho (MG); Mohamed Parrini, superintendente executivo do Hospital Moinhos de Ventos (RS); Paulo Chapchap, diretor geral do Hospital Sírio-Libanês (SP); Paulo Moll, diretor do Hospital Memorial São José (RJ); Rafael Borsoi Leal, CEO do Hospital Santa Lúcia (DF); e Romeu Côrtes Domingues, presidente do conselho de administração do Hospital São Lucas (RJ).

Contato para jornalistas
LLYC

Comentários