Pesquise

Translate

sábado, 10 de abril de 2021

Segunda graduação se torna tendência no Brasil





Segunda graduação se torna tendência no Brasil

Especialista explica que profissionais que fazem este movimento têm sido bem-recebidos no mercado de trabalho

Cada vez mais, as pessoas estão compreendendo que a escolha de uma graduação nem sempre é definitiva, e que a possibilidade de uma revolução na carreira é real, independentemente da idade que se tenha. No Rio De Janeiro, por exemplo, entre 2014 e 2020, houve um aumento de 60% no número de pessoas matriculadas em cursos de graduação que já possuíam diploma de ensino superior. Os dados são do Censo de Educação Superior do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Segundo os especialistas, essa tendência de crescimento observada no Rio de Janeiro deve ser registrada em todo o país, principalmente diante do surgimento da modalidade EAD, que elimina barreiras geográficas. "Insatisfação com a primeira escolha de carreira, busca por realização pessoal ou até mesmo necessidade de se tornar um profissional mais completo são alguns dos motivos que levam as pessoas a buscarem uma segunda graduação", analisa Carolina Salvo, especialista em carreiras do Centro Universitário Newton Paiva .

Segundo a especialista, trata-se de um movimento que tem sido bem visto no mercado. "Antigamente havia um receio de que o retorno às salas de aula da faculdade fosse visto como falta de foco da parte do profissional. Mas essa mentalidade tem se transformado. A segunda graduação é vista como uma forma de agregar bagagem e experiência, contribuindo para que a pessoa possa atuar de forma interdisciplinar no mercado de trabalho", afirma Carolina.

Psicologia é destaque

Um dos cursos muito buscados por alunos para a segunda graduação é o de psicologia. Saulo Moraes, que é professor no Centro Universitário Newton Paiva, avalia esse movimento de forma positiva "Um dos fatores percebidos é que as pessoas mais experientes, que conhecem o mundo do trabalho e já têm um histórico profissional, têm menos chance de escolherem o curso movidas por uma idealização da profissão. O que contribui para o fortalecimento de uma visão mais profissional e realista da psicologia", explica.

Juliana Lara, de 43 anos, é uma dessas pessoas que resolveu correr atrás desse sonho anos depois de concluir a primeira graduação. "Apesar de ter me formado em administração, sempre tive o desejo de ingressar na psicologia. Hoje, cursando o quarto período do curso na Newton Paiva, já avalio como positiva a experiência, principalmente devido ao aprendizado que a convivência com os colegas mais jovens tem proporcionado", afirma.

Saulo destaca ainda o aumento da demanda registrada nos últimos anos. "Acredito também que estamos em um momento histórico que a psicologia tem sido mais valorizada, especialmente pelos índices de transtornos mentais em crescimento no mundo", avalia o professor.

Sobre o Centro Universitário Newton Paiva

Com 47 anos de história, três modernos complexos em Belo Horizonte (MG) e mais de 80% do corpo docente formado por mestres e doutores, a Newton está entre as principais instituições de ensino superior de Minas Gerais. A Newton oferece cursos de graduação, pós-graduação e a distância nas áreas de ciências exatas, tecnologia, saúde, comunicação, ciências sociais e direito, além de programas de iniciação científica e de extensão e cursos livres online e presenciais. Consagrada pela alta qualidade acadêmica e excelente infraestrutura, conta com avançados laboratórios, núcleos de prática em diversas áreas do conhecimento e centros de inovação como o Fab Lab Newton, CNE - Centro Newton de Empreendedorismo, CEJU - Centro de Exercício Jurídico, NPCont - Núcleo de Práticas Contábeis e o Smart Campus - primeiro campus inteligente do estado. Os estudantes dos cursos de saúde, por exemplo, contam com as clínicas-escolas de Odontologia, Psicologia, Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia, Estética e a Clínica de Veterinária. Nesses espaços, orientados pelos professores, os estudantes aplicam na prática o conhecimento adquirido em sala de aula e prestam serviços para a população, e os alunos de Arquitetura e Urbanismo contam com o escritório-modelo, Studio N. Além da reconhecida qualidade de ensino e de privilegiar a prática, a Newton investe permanentemente no relacionamento com o mercado, firmando importantes parcerias para proporcionar a seus alunos as melhores perspectivas e oportunidades profissionais, incluindo convênios e acordos com instituições educacionais internacionais.

Como parte de seu compromisso de promover a reflexão e incentivar uma mudança de atitude com relação ao desenvolvimento sustentável, à consciência ambiental e ao consumo consciente, a Newton apoia e promove os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda firmada em 2015 por 193 países junto à ONU, para acabar com a pobreza, lutar contra as desigualdades e a injustiça e combater as mudanças climáticas até 2030.