Lupo completa 100 anos adaptando-se ao mercado

 




Lupo completa 100 anos adaptando-se ao mercado durante a pandemia e mantendo-se na liderança

• Lupo vendeu aproximadamente 17 milhões de máscaras em 2020, que foram responsáveis por 11,7% do faturamento da marca; previsão é que essa margem aumente em 2021;

• Com tecnologia inovadora antiviral, a máscara desenvolvida em parceria com a empresa química Rhodia contém agente antiviral presente na matriz do fio têxtil, que inativa o vírus e bloqueia a contaminação.


Araraquara, 12 de maio de 2021 - Em 2021, a Lupo completa 100 anos de existência. Mesmo operando com limitações impostas pela pandemia, tendo inclusive sua fábrica parada por três meses durante 2020, a empresa manteve sua liderança adaptando-se rapidamente ao novo contexto. Dentre diversas adaptações, a companhia reviu seu portfólio de produtos e começou a fabricar máscaras. De abril a dezembro de 2020, elas foram responsáveis por 11,7% do faturamento da empresa e, apenas nos dois primeiros meses de 2021, já respondem por 25,5% da receita.

"A decisão de passar a fabricar as máscaras foi um ponto crucial para nós em 2020. Seguindo o nosso princípio, que é colocar as pessoas em primeiro lugar e sempre dar o nosso melhor, o desenvolvimento foi ao mesmo tempo estratégico - pois hoje o produto representa uma fatia bastante importante das nossas saídas -, e também uma forma que encontramos de nos adaptar ao contexto e ajudar a população com doações de máscaras", aponta Liliana Aufiero, Diretora Presidente da Lupo e neta do fundador Henrique Lupo

As máscaras se tornaram acessórios indispensáveis desde o início da pandemia. Como parte do dress code obrigatório, a demanda pelo item aumentou e as indústrias têxteis passaram a ter a máscara como seu carro-chefe, num momento em que a economia retraía mais a cada mês. A Lupo, marca líder em fabricação de meias e moda íntima, preocupada com o agravamento da pandemia, adaptou sua linha de produção e passou a fabricar máscaras confortáveis e com uma tecnologia inovadora antiviral, a Amni Virus-Bac Off, desenvolvida em parceria com a empresa química Rhodia, utilizando fio de poliamida. Desde o ano passado, a Lupo vendeu cerca de 17 milhões de máscaras nas lojas físicas e pelo e-commerce da marca.

Dois fatores principais podem explicar a razão pela qual tantas máscaras da marca já foram vendidas desde abril de 2020, no início da pandemia: o estilo, que alia conforto com design, e a tecnologia antiviral e antibacteriana Amni Virus-Bac Off, que consiste em um agente antiviral presente na matriz do fio têxtil de poliamida Amni, que inativa vírus envelopados (como o Coronavírus) e não envelopados, além de eliminar bactérias e bloquear a contaminação cruzada, evitando assim que a roupa seja um veículo de transmissão. Como essa tecnologia é embutida no DNA do fio, a proteção é permanente, ou seja, está presente mesmo depois de lavar diversas vezes. Além das máscaras, essa tecnologia desenvolvida pela Lupo está sendo aplicada em outras linhas de produtos.

A margem de lucro das máscaras é bem abaixo em comparação com qualquer outro produto da marca. Segundo a Lupo, essa foi uma escolha para incentivar o uso. "Decidimos por deixar a menor margem possível para a venda das máscaras, pois acreditamos que neste momento o valor não era o foco e nós precisávamos fazer o possível para ajudar de alguma forma. Por isso, tentamos pensar internamente em iniciativas que poderíamos fomentar e ajudar a proteger a população", comenta Carlos Mazzeu, Diretor Superintendente da Lupo.

Cidadania

Localizada em uma das regiões do Estado de São Paulo mais afetadas pela pandemia, a cidade de Araraquara, a Lupo começou a produzir máscaras para ajudar a proteger os funcionários da Santa Casa de Araraquara e ainda hoje destina semanalmente 5.000 máscaras cirúrgicas para o hospital, o que equivale a 260 mil unidades por ano. A empresa também liderou a arrecadação de R$ 2 milhões para montar 10 leitos de UTI na cidade.

Além disso, a Lupo SA está oferecendo toda sua infraestrutura de transporte para fazer a locomoção dos funcionários da Santa Casa de Araraquara.

Para celebrar o centésimo aniversário da companhia, a Lupo dedicou um calendário completo de ações que serão realizadas ao longo de todo o ano, como seu novo posicionamento e conceito, um vídeo comemorativo contando a história da Lupo nestes 100 anos, a inauguração do Espaço Lupo, o Livro dos 100 anos da marca, as meias comemorativas de 100 anos, a inauguração da Megastore Lupo em Araraquara e ainda um show para os colaboradores para encerrar as comemorações.


Sobre a Lupo

A Lupo é uma fabricante de moda de referência no Brasil. Sediada na cidade de Araraquara, interior do Estado de São Paulo, foi fundada em 1921 e ocupa uma área de 90 mil metros quadrados, empregando mais de 5 mil pessoas na região. Seu parque industrial é um dos maiores do mundo no segmento, e utilizando tecnologia de ponta e investindo continuamente na diversificação de suas linhas com produtos, é uma das maiores empresas do setor têxtil do país, fabricando moda íntima, meias e roupas esportivas. A companhia, que oferece peças de vestuário para toda a família, tem no total 12 mil itens, atendendo todos os segmentos e estilos. Hoje, conta com mais de 404 franquias em todo o País. Além disso, a marca tem sido reconhecida por vários setores e entidades em nível nacional e internacional como uma empresa moderna, ágil e comprometida com os aspectos sociais, econômicos e ambientais, fornecendo produtos para mais de 3.209 cidades diretamente pela equipe de vendas. As demais cidades são atendidas por revendedores e a Lupo exporta para mais de 30 países. A sustentabilidade é um importante pilar da empresa, que busca constantemente a utilização consciente dos recursos naturais, com reuso e reciclagem, sempre que possível, procurando o aprimoramento do capital humano. É a primeira marca nacional no setor têxtil a alcançar, no INPI, o reconhecimento de marca de Alto Renome, reforçando o quanto está presente no inconsciente e no coração dos brasileiros. Para atender a demanda do mercado fitness, lançou a Lupo Sport em 2010, primordialmente voltada para a tecnologia Sem Costura que consegue tecer as peças a partir do fio, com as compressões diferenciadas ao longo do produto. A atual presidente da Lupo é Liliana Aufiero, neta do fundador, Henrique Lupo.

Mais informações podem ser encontradas em lupo.com.br .

JB Press House
www.jbpresshouse.com

Comentários