Pessoas que só querem tomar vacina da Pfizer são criticadas no Twitter


Levantamento da Knewin registrou mais de 853 mil tuítes entre 06 e 16 de junho de 2021; hashtags mais citadas são: #covaxin, #vacinaparatodos e #covid19

São Paulo, 17 de Junho de 2021 - Em levantamento realizado no Twitter pela Knewin, maior PRTech da América Latina, as críticas em relação à preferência dos usuários em tomar a vacina da Pfizer em doses remanescentes das vacinas contra a Covid-19, na famosa xepa, dominaram o debate. A empresa vem realizando uma série de levantamentos para entender o sentimento dos brasileiros no Twitter sobre temas amplamente debatidos na mídia. A análise foi feita pela ferramenta Knewin Social que identificou 853.594 publicações no Twitter entre 6 de junho e 16 de junho de 2021.

No debate, aparecem recomendações de usuários para as pessoas se informarem nos postos de saúde próximos às suas casas para não perderem a oportunidade de se vacinar e críticas às pessoas que recusam vacinas da "xepa" por não ser da farmacêutica Pfizer. Muitos usuários também comemoraram a vacinação de parentes e por terem conseguido se vacinar.

Já na imprensa, de janeiro a maio, a pauta sobre a xepa da vacina acumulou o total de 2.033 matérias. De abril a maio o aumento foi de 47,15% na quantidade de matérias publicadas. "Tendo em vista os comentários nas mídias sociais e o crescimento no número de notícias, a tendência é que o interesse das redações jornalísticas permaneça", afirma Lucas Nazário, CEO da Knewin.

O levantamento analisou que os termos mais comentados na mídia social, foram: "Vacina" (458 mil tuítes), vacinação (171 mil tuítes). Já entre as hashtags mais utilizadas aparecem: #covaxin (18 mil tuítes), #vacinaparatodos (17 mil tuítes) e #covid19 (14 mil tuítes).

Sobre a Knewin

Fundada em Florianópolis em 2011, a Knewin tem como missão democratizar o acesso à informação a partir de tecnologia de ponta. A maior empresa em faturamento de PRTech da América Latina é responsável por desenvolver soluções de monitoramento de notícias e de redes sociais para cerca de mil clientes de vários segmentos, incluindo comunicação e marketing, em quatro países. A Knewin tem uma estratégia de crescimento consistente e já fez doze aquisições desde 2016 (Informa Brasil, Zubit, Oficina de Clipping, Myclipp, DataClip, Editorial Link, Varjão Clipping, Monitori, MITI, Plugar, Armazém Digital e Newsmonitor), que ajudaram na construção de um portfólio ainda mais robusto.

Informações para a imprensa - FSB Comunicação

Comentários