Vacina da gripe não deve ser tomada com a de Covid

 




Vacina da gripe não deve ser tomada com a de Covid
A gripe pode parecer uma doença simples, mas nas pessoas mais vulneráveis, pode evoluir para quadros graves e até matar. "A gripe afeta anualmente cerca de 20 a 30 por cento das crianças e 10 a 20 por cento dos adultos. Além disso, provoca de oitocentos a mil óbitos nesse mesmo período", alerta o médico Renato Kfouri, membro da Sociedade Brasileira de Imunização.
A melhor forma de se prevenir contra a gripe é a vacinação que continua em todo o Estado de São Paulo até 9 de julho.
Nessa etapa, devem se vacinar os doentes crônicos, pessoas com deficiência permanente, membros das forças de segurança, salvamento e Forças Armadas, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo e trabalhadores portuários.
As pessoas desses grupos que já tomaram a vacina contra a covid-19 há pelo menos 14 dias podem receber a da gripe. Procure um serviço de saúde e não se esqueça de levar a caderneta de vacinação ou um documento com foto. Também deve apresentar comprovante que demonstre pertencer a este grupo. Saiba mais em gov.br/saude.
A Direct Áudio elabora uma série de matérias sobre a importância da vacina contra a gripe. São entrevistas com especialistas de diversas áreas. O objetivo é proporcionar informação de qualidade e credibilidade sobre o tema.
Equipe Direct Áudio


Acesse todo conteúdo no site

Comentários