Simulado Língua Portuguesa

 1) PROVA VUNESP - O termo destacado na frase – É para comprar um carrão melhor do que o do vizinho que o sujeito se dispõe a trabalhar mais. –, no contexto, expressa 

(A) finalidade.        (B) causa.       (C) condição.        (D) consequência.         (E) conclusão.



2) PROVA VUNESP - Assinale a alternativa em que a palavra ou expressão destacada está empregada, no contexto do texto, em sentido figurado.

 (A) Há um interessante debate econômico sobre as repercussões sociais. (1.º parágrafo)

 (B) Desde que não haja miséria e os mais pobres tenham assegurada uma existência digna… (2.º parágrafo) 

(C) … a desigualdade funciona até como um motor da economia. (2.º parágrafo) 

(D) … além de fracassarem em seu compromisso democrático, carregam as sementes de sua própria destruição. (3.º parágrafo) 

(E) Acertadamente, condenamos o juiz que contrata parentes para seu gabinete… (5.º parágrafo)


3) PROVA VUNESP -  o texto para responder à questão de número 

. A mulher então experimentou o camelo. O camelo em trapos, corcunda, mastigando a si próprio, entregue ao processo de conhecer a comida. Ela se sentiu fraca e cansada, há dois dias mal comia. Os grandes cílios empoeirados do camelo sobre os olhos que se tinham dedicado à paciência de um artesanato interno. (...) Aproximou-se das barras do cercado, aspirou o pó daquele tapete velho onde sangue cinzento circulava, procurou a tepidez impura, o prazer percorreu suas costas até o mal-estar, mas não ainda o mal-estar que ela viera buscar. (Clarice Lispector, Laços de família)

A expressão extraída do fragmento de Clarice Lispector que está sendo empregada em sentido figurado é 

(A) “cílios empoeirados”. 

B) “mal-estar”. 

(C) “tapete velho”.

 (D) “tepidez impura”.

 (E) “barras do cercado”.



4) PROVA VUNESP - Leia o texto para responder: 

Em cartaz com Olhe para Trás com Raiva, peça que carrega todo o desencanto do pós-guerra na década de 1950, Karen [Coelho] paira como uma estranha no ninho da cena teatral contemporânea. (...) Devota dos densos dramas do teatro realista do século 20, [a atriz Karen Coelho] discorre com desenvoltura sobre a psicologia das personagens, tece elucubrações sobre as intenções do texto e passa ao largo das discussões sobre o teatro pós-dramático ou os novos paradigmas da dramaturgia. (...) Neste ano, quando Karen estreou Olhe para Trás com Raiva, lá estava Nydia Licia de novo. Na única vez em que o texto foi montado no Brasil, coube justamente à atriz do TBC encarnar a submissa Alisson, protagonista do drama de John Osborne. “Desde então, tenho muito vontade de encontrá-la. Mas não sabia onde ela estava...”. (O Estado de S.Paulo, 6 de agosto de 2010, p. D6) 04.

 Os termos cujo sentido mais se aproxima da significação das palavras “elucubrações” e “paradigmas”, que aparecem no fragmento, são, respectivamente, 


(A) delírios e espetáculos. 

(B) reflexões e espetáculos. 

(C) espetáculos e delírios. 

(D) pesadelos e modelos. 

(E) reflexões e modelos.

Comentários