Aula sobre figuras de linguagem.

 

Figuras de Linguagem

“As figuras de linguagem são recursos expressivos quem emprestam ao pensamento mais energia e vivacidade, que, por sua vez, conferem à frase mais elegância e graça e permitem ao leitor captar mais efetivamente a mensagem pretendida pelo autor.”

Podemos destacar como principais figuras de linguagem: 

Antítese

Prosopopeia

Ironia

Eufemismo 

Hipérbole

Comparação

Metáfora

Catacrese 

metonímia

Gradação

Pleonasmo

Aliteração 

Onomatopeia

A seguir veremos cada um deles:

Antítese - Emprego de termos com sentidos opostos, ou seja, consiste na oposição de duas ideias, lado a lado, em uma frase.

Ex.: Ela se preocupa tanto com o passado que esquece o presente.

A guerra não leva a nada, devemos buscar a paz.

                                                       

Prosopopeia -  PERSONIFICAÇÃO - Atribuição de qualidades e sentimentos humanos a seres irracionais e inanimados.

Ex.: A formiga disse para a cigarra: ” Cantou…agora dança!”

 



 Ironia – Consiste na declaração do contrário do que se pensa, em geral, com o propósito de fazer zombaria.

 Ele é um craque! 

Ela é maravilhosa!

 

Eufemismo – Consiste em dizer algo desagradável por meio de palavras que abrandem o impacto causado por essa situação.

Ex.: Aquele rapaz não é legal, ele subtraiu dinheiro.

Acho que não fui feliz nos exames.


Hipérbole - Consiste no exagero da expressão.

 Ex.: Já lhe disse isso um milhão de vezes.

Quando o filme começou, voei para casa.

 

 Comparação – Estabelece um termo de comparação entre dois elementos por meio de uma qualidade comum a ambos.

 Ex.: “Ideias são como pulgas: saltam de uns para os outros, mas não mordem a todos.”

 

Metáfora – Relaciona dois seres por meio de uma qualidade comum atribuída a ambos. Nessa comparação não se usa a conjunção como.

 Ex.: “O tempo é uma cadeira ao sol, e nada mais”

 

 Catacrese – Dá um novo sentido a uma palavra, fazendo com que ela passe a dar nome a outro ser semelhante.

 Ex.: Sentou-se no braço da poltrona para descansar.

 

Metonímia – Consiste em substituir um termo por outro com o qual tenha relação de causalidade.  A metonímia ocorre comumente quando se substitui: - O nome do autor pela obra

Ex.: Ler Miguel de Cervantes é como sonhar acordado. - 

Comprei Bombril e Maizena (marca)                        maisena  (produto)

Observação

"Maizena" (com "z") é apenas a marca registrada do produto maisena (amido de milho). "Maisena" origem na palavra ‘maís’ (variedade de milho).

 

 

Gradação – Consiste em uma sequencia de ideias em ordem crescente ou decrescente de intensidade.

Ex.: “Nem o sol, nem o mar, nem o brilho das estrelas.”

 

 Pleonasmo – Consiste na repetição de termos de mesmo significado, com intuito de dar ênfase a uma expressão.

 Ex.: Eu vi com esses olhos que um dia a terra há de comer.  

- Entre para dentro!

- Fale com a boca!

 

Aliteração e assonância – Consiste, respectivamente, na repetição de um fonema consonantal e na repetição de um fonema vocálico.

Ex: “A brisa do Brasil beija a balança.”

(Castro Alves, em Navio Negreiro)

 

Sou um mulato nato

 



 Onomatopeia – Ocorre quando uma palavra ou um conjunto de palavras imitam um ruído ou um som.

Ex.: “E era tudo silêncio na saleta de costura;  não se ouvia mais que o plic-plic-plic-plic da agulha no pano.

  1) Classifique a figura de linguagem:

Comeu jabuticabas no pé.

Fio de óleo - céu da boca - boca do túnel - boca da garrafa- pele do tomate.

a) catacrese

b) metáfora

c) onomatopeia

d) antítese

e) aliteração

 

 

 

        2)  Qual a figura de linguagem empregada:



a) catacrese

b) metáfora

c) onomatopeia

d) antítese

e) prosopopeia  ou personificação

 

3) Na charge acima temos a expressão meio (adverbio de intensidade).

 Complete com a expressão meio ou meia e classifique em adjetivo ou adverbio

a) Tomou_____copo de cerveja (               ) 

b) Bebeu_____garrafa de água (               )

c) A janela ficou______fechada (              )

d) Marina anda_______ocupada (               )

c) Paula está________triste com o fim do namoro (               )


4) Qual a figura de linguagem empregada: 

a) catacrese

b) metáfora

c) onomatopeia

d) eufemismo

e) prosopopeia ou personificação

                          





A crítica ao consumismo na charge acima se estrutura a partir de um recurso linguístico, que é:

A) a ambiguidade de um vocábulo;
B) uma hipérbole no desejo de consumo;
C) uma metáfora no vocábulo “queima”;
D) o tratamento de “mulher” dado à esposa;
E) a repetição de negativas na fala da mulher.



Comentários