Pesquisar

31 de ago. de 2021

Prefeitura de SP paga R$ 75,7 milhões referentes à parcela de agosto do cartão-merenda

 




Prefeitura de SP paga R$ 75,7 milhões referentes à parcela de agosto do cartão-merenda
Benefício é destinado para mais de 1 milhão de alunos matriculados nas escolas municipais de educação infantil e ensino fundamental da cidade de São Paulo; total investido supera R$ 1 bilhão

A Prefeitura de São Paulo paga, nesta terça-feira (31), os valores do cartão-merenda referentes ao mês de agosto aos mais de 1 milhão de estudantes da rede municipal de ensino. Para esta parcela, o valor investido é de R$ 75,7 milhões e com este pagamento a Prefeitura superou a marca de R$ 1 bilhão destinados ao benefício.

Em agosto, o contrato com a empresa Alelo, responsável pelo pagamento do benefício, foi renovado por meio de uma contratação emergencial para que os depósitos continuassem garantidos. Por conta disso, foi necessário um replanejamento no calendário. Ainda assim, os valores foram repassados às famílias dentro do prazo do mês.

Todos os alunos matriculados nas escolas municipais têm direito ao benefício. O cartão-merenda é gerado no número do CPF do responsável pela criança que consta no ato da matrícula. Os créditos são depositados em um único cartão, independentemente do número de filhos que cada família tenha matriculado na rede.

Os valores do subsídio variam de acordo com o nível de ensino em que o aluno está matriculado. Para os estudantes dos Centros de Educação Infantil são destinados R$ 101,00; já para os das escolas de educação infantil são R$ 63,00; e R$ 55,00 aos alunos das escolas municipais de ensino fundamental.

Segurança alimentar

O programa foi criado em abril do ano passado, para garantir a segurança alimentar dos estudantes durante o período de suspensão das aulas presenciais, quando a oferta de merenda também foi interrompida.

Mesmo com o retorno às aulas presenciais, o benefício continuará sendo pago até que todas as unidades da rede retomem integralmente suas atividades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA