PESQUISA

Páginas

Covid-19: Por que o coronavírus pode causar queda capilar?

 Covid-19: Por que o coronavírus pode causar queda capilar?


Dermatologista especialista em tricologia explica as causas da queda capilar pós-covid, as teorias por trás da diminuição dos fios e o que fazer na situação

Perda do paladar e olfato. Cansaço constante. Falta de ar. As possíveis consequências da infecção por Covid-19 são diversas, por se tratar de uma doença mais aguda ou intensa. E, por incrível que pareça, a queda de cabelo é um dos fatores mais comuns entre os desdobramentos do quadro. Isso porque a doença causa inflamação em grande parte dos órgãos e vasos sanguíneos, diminuindo a passagem de nutrientes para o folículo piloso e, assim, levando a queda de cabelo.

Segundo Ana Cristina Trench , dermatologista membro da Doctoralia , especialista em tricologia, cosmiatria e harmonização facial, ao apresentar uma inflamação generalizada em conjunto com um sistema imune desregulado, as células inflamatórias atacam as estruturas do próprio corpo, levando a consequências hormonais, como a hiper e o hipotireoidismo, e a falta de nutrição, que em ambos os casos podem causar a perda dos fios.

"Há inúmeras teorias para se explicar por que acontece a queda de cabelo pós-covid e, uma delas é a diminuição da oxigenação. No entanto, já é sabido por especialistas que mesmo pacientes que não tiveram comprometimento pulmonar acentuado apresentam a queda dos fios, então, uma das teorias mais importantes seria de que a doença causa uma inflamação dos vasos sanguíneos", explica a especialista.

Apesar de algumas pessoas terem mais propensão à perda capilar ou eflúvio - denominação para fase dos fios em queda -, a chance de complicação é a mesma em quem tem a genética de alopecia androgenética - ou seja, a perda permanente de cabelo - e de quem não tem.

De acordo com Dra. Ana, não há como fazer a prevenção do eflúvio no caso do coronavírus, apenas um tratamento após a recuperação do paciente. "Exatamente por isso, vejo muitas pessoas aflitas com essa redução brusca de cabelo. Portanto, assim que o aumento da queda for percebido, recomendo que os pacientes procurem, o mais rápido possível, o auxílio médico, pois quanto antes a introdução da terapêutica, melhor será o resultado", pontua.

A dermatologista ainda reforça que a suplementação com vitaminas inespecíficas ou tratamentos caseiros são de pouca ajuda no tratamento da Covid-19 e seus desdobramentos. "Nessa perda de fios pode haver diversos motivos que decorrem da nova doença e, para a melhor escolha possível de tratamento, seja ele a introdução de loções contendo Minoxidil e corticoide, laserterapia, microinfusão de medicamentos, reposição de algumas vitaminas e minerais quando necessário e Minoxidil por via oral, o quadro deve ser investigado e o tratamento decidido por um especialista, após a recuperação completa do paciente e o isolamento social."

Sobre a Doctoralia

Doctoralia é uma empresa do Grupo Docplanner , maior plataforma de saúde do mundo. Presente em 12 países, o grupo é responsável por atender 35 milhões de pacientes e processar mais de 4 milhões de agendamentos de consultas por mês, atualmente, possui mais de 2 milhões de profissionais de saúde em sua base, com um total de 4,5 milhões de avaliações de pacientes. A companhia foi fundada em 2012, na Polônia, e possui uma equipe de 1.400 funcionários nos escritórios de Varsóvia, Barcelona, Istambul, Roma, Bolonha, Cidade do México e Curitiba.

Com a missão global de tornar a experiência em saúde mais humana, a Doctoralia atende a diferentes públicos ao oferecer uma gama diversificada de serviços: marketplace que permite agendamento e avaliação de consultas, softwares médicos para consultas virtuais, sistema SaaS (Software as a Service) voltado para otimização da gestão e do fluxo de pacientes e TuoTempo , um sistema de relacionamento com o paciente, ou CRM (Customer Relationship Management), que promove elevada experiência oferecida por instituições de saúde, como hospitais e redes de clínicas.

Para ampliar o alcance do serviço, a Doctoralia disponibiliza também o aplicativo móvel nas versões iOS Android .