Dia da Língua Portuguesa – Dicas de Português

 



Dia da Língua Portuguesa – Dicas de Português










⇒ Dica 1: Para mim fazer ou para que eu faça?

Bom, para acabar de vez com a dúvida, basta pensar que mim é um pronome pessoal oblíquo, portanto não pode exercer função de sujeito em uma oração. O mim não faz nada, certo? O correto é passar a oração para o presente do subjuntivo:  “para que eu faça” .

⇒ Dica 2: Menas ou menos?

Essa é fácil, até porque a forma menas simplesmente não existe.

⇒ Dica 3: Como se diz, quatorze ou catorze?

Você pode optar por qualquer uma das formas, pois ambas estão corretas.

⇒ Dica 4: São uma hora da tarde ou é uma hora da tarde?

O verbo ser deve concordar com as horas, portanto “é uma hora da tarde”, “são duas horas da tarde” e assim por diante. Lembre-se de que “são doze horas”, mas se for substituir o “doze horas” por “meio-dia”, então será “é meio-dia”.

⇒ Dica 5: Está fazendo zero graus ou está fazendo zero grau?

Se o zero é singular, devemos, pois, atentar-nos à concordância. O correto é “zero grau”, no singular.

⇒ Dica 6: Anexo ou em anexo?

Dizer que algo está em anexo é o mesmo que dizer que algo está anexado, portanto a palavra deve concordar com o substantivo a que se refere:

Anexas seguem as promissórias.

Anexo segue o recibo.

Os documentos solicitados estão anexos.

Em anexo é uma forma invariável, portanto não vai para o feminino e nem para o plural:

Em anexo, seguem as promissórias.

Em anexo, segue o recibo.

Em anexo, seguem os documentos solicitados.

⇒ Dica 7: Seje ou seja?

Essa também é fácil, até porque não existe a forma seje, tampouco esteje. No presente do subjuntivo, os verbos ser e estar são seja, esteja e tenha.

⇒ Dica 8: Ela sempre quiz ou ela sempre quis?

A forma adequada do verbo querer na 3ª pessoa do pretério perfeito do indicativo é quis.

⇒ Dica 9: Houveram muitos desentendimentos ou houve muitos desentendimentos?

Quando ao verbo haver for atribuído o sentido de existir ou acontecer, ele é impessoal, isto é, sem sujeito, portanto só pode ser usado no singular. O correto é “houve muitos problemas”.

⇒ Dica 10: Degraus ou degrais?

Só existe uma forma correta para o plural da palavra degrau, e essa forma é degrausA terminação -ais deve ser empregada apenas nas palavras terminadas em -al, como canais, animais, anuais etc.


fonte: https://revistarainha.com.br/dia-da-lingua-portuguesa-dicas-de-portugues.html

Comentários