Os simbolistas

 







Com os olhos fechados ao mundo os poetas simbolistas buscam no seu interior a tentativa de solucionar os dramas dos conflitos existentes. Os simbolistas não veem mais sentido na realidade em sim mesma e, sim, naquilo que sua intuição diz sobre ela. Desse modo, predominam nas obras: Ilogicidade e delírio, sugestão, musicalidade e sublimação. Assim, a poesia torna-se anti-intelectual e antirracional. No Brasil, o início do Simbolismo dá-se com a publicação de “Missal e Broquéis” de Cruz e Souza. Esse estilo desenvolve-se mais no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e no Paraná.


                                             Cruz e Souza 











Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Selic deverá permanecer em 13,75% ao ano

Falecimento de Glória Maria

ABRE - ESTÁGIO - EMPREGO - APRENDIZ

Texaco

Novos casos de câncer por ano até 2025

Anticoagulante

O governador Tarcísio de Freitas sancionou o projeto de Lei que prevê o fornecimento de medicamentos à base de canabidiol

Verticalização da Cidade de São Paulo

Pix Internacional