Pesquisar

16 de set. de 2021

Quais os principais passos para se tornar desenvolvedor?

 




Quais os principais passos para se tornar desenvolvedor?

Rocketseat lista seis dicas fundamentais para se destacar no mercado e construir uma carreira mais sólida


Rio do Sul, agosto de 2021 - Os desenvolvedores estão presentes na nossa vida mais do que podemos imaginar. É graças a eles que conseguimos usar os aplicativos de celular, os sites na internet e tantas outras ferramentas disponíveis que facilitam o dia a dia cada vez mais corrido. Mas se engana quem pensa que é algo fácil de fazer. É necessário muito estudo e aprofundamento em algoritmos, códigos, programação e, principalmente, tecnologia.

De acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom), o mercado de TI chegou a apontar um déficit potencial, anual, de 24 mil profissionais. Segundo o estudo, o número de formados chegava a 46 mil alunos por ano, enquanto a demanda estimada, entre 2019 e 2024, alcançaria aproximadamente 70 mil. A maior parte dos devs é formada por homens e essa discrepância é vista principalmente na América Latina. Na média, as mulheres somam apenas 42% do setor e é importante sempre incentivar a inclusão.

Rodrigo Terron, COO da Rocketseat, edtech que visa formar desenvolvedores, afirma que qualquer um pode ser um profissional da área. "Não importa se a pessoa tem conhecimento ou não de internet, ela só precisa querer aprender e estar disposta a encontrar e superar desafios mais complexos, com uma linguagem nova, diferente daquilo que ela está acostumada, ou seja, é necessário deixar a zona de conforto", completa.

Existem alguns pontos, porém, que devem ser levados em consideração na hora de escolher a carreira de desenvolvedor. Conheça seis deles abaixo:

Estudar sempre: este é um dos passos mais importantes. O cenário digital vem mudando constantemente e é sempre bom se manter atualizado sobre as novas tendências de mercado.

Gostar de lógica e programação: complementar ao tópico anterior, é indispensável ter raciocínio lógico na hora da resolução de problemas e querer sempre saber mais sobre programação para ser um dev. Assim como o mercado, surgem programas diariamente e é necessário entender como eles funcionam.

Investir em soft skills: hoje em dia, os profissionais que mais se destacam são os que têm habilidade de oratória, relacionamento interpessoal, habilidades de liderança e gestão de pessoas.

Aprimorar o inglês: a língua considerada universal, para o desenvolvedor é mais que importante, uma vez que a maioria das funções da programação são em inglês.

Relacionamento com a comunidade: além de gerar um grande network pessoal e profissional, fazer parte da comunidade de devs dá acesso a novas oportunidades e a atualização constante dos trending topics da área.

Praticar muito: como em toda área, a de programação também exige prática. Sempre que puder, invista em testes e se coloque em desafios para treinar sobre como sair deles. Segurança e autonomia vêm com a prática e quanto mais seguro o profissional é, mais credibilidade ele passa para seus clientes.

O mercado dos devs vem passando por um boost constante desde que a digitalização ganhou mais espaço e, com a pandemia, isso só tende a crescer. O Android ajudou a expandir o mercado de aplicativos, inclusive com oportunidades para programadores e empresas. Segundo pesquisa da Bain & Company, R$ 136 bilhões foram as receitas geradas por empresas envolvidas com o sistema.

Com isso, as equipes de tecnologia têm ganhado mais força dentro de empresas nacionais e internacionais. Graças a elas, os programas têm auxiliado diariamente tanto as pessoas, no papel de consumidor e cliente, como as empresas no desenvolvimento de soluções cada vez mais competitivas. Para a Rocketseat, a hora de investir na carreira profissional é agora.

"São várias opções de curso que o nosso site disponibiliza, desde o básico para aprender a como programar gratuitamente, até os níveis de especialização, focados em apenas um sistema, além da produção de projetos, participação em imersões e a ajuda constante da comunidade de desenvolvedores", finaliza Terron.

Sobre a Rocketseat
Nascida em 2017, a edtech oferece através de metodologia e plataforma próprias, conteúdos e desafios para formar profissionais de programação desde o começo da sua carreira. Com diferentes frentes de aprendizado, a Rocketseat acelera a jornada de evolução contínua dos devs, começando com o Discover - programação para quem nunca programou, segue com o Next Level Week, eventos que reúnem durante uma semana a comunidade de devs para evoluírem juntos, chega aos treinamentos intensivos que preparam para os desafios do mercado, unindo as hard skills e soft skills exigidas pelas empresas e, com o Experts Club os devs mais experientes podem buscar aprendizado prático e direto ao ponto para as dificuldades do dia a dia.


MAIS INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
NR-7 Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA