PESQUISA

Páginas

Avantto parceira estratégica da Eve na América Latina

 Inovação e expertise no setor de aviação executiva torna a Avantto parceira estratégica da Eve na América Latina


Empresas firmam acordo para desenvolvimento de ecossistema de mobilidade aérea urbana com a utilização de eVTOLs, focando em processos, tecnologia e experiência do cliente


O futuro da mobilidade aérea urbana está mais próximo do que se imagina. Neste mês de outubro, a Avantto, empresa líder no ramo de compartilhamento de aeronaves, e a Eve Urban Air Mobility, subsidiária da Embraer, firmaram uma parceria para o desenvolvimento e potencial operação conjunta de um ecossistema de Mobilidade Aérea Urbana no Brasil e na América Latina. Essa parceria vem acompanhada de um pedido de 100 aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical (eVTOL).

Segundo Rogerio Andrade, CEO da Avantto, o setor da aviação privada caminha para uma grande transformação, visto que novas tecnologias e serviços de deslocamento vem ganhando força ao longo dos últimos anos.

Preparando-se para isso, a empresa está em fase final de desenvolvimento de uma plataforma tecnológica, que integra toda a jornada de mobilidade área, com lançamento previsto para 2022. O projeto vem de encontro com os principais objetivos para a implementação dos eVTOLs liderados pela Eve.

"Somos o maior operador mundial em áreas urbanas de helicópteros (também chamados de VTOLs). E temos capacidade e experiência de organizar e sistematizar a operação dos eVTOLs em grande escala", explica o executivo.

Operar aeronaves, implementar processos e desenvolver sistemas tecnológicos já fazem parte do DNA da companhia. E, com a parceria da Eve, conforme ressalta o executivo, a empresa utilizará essa expertise para desenvolver procedimentos ainda mais modernos que permitam uma melhor experiência do cliente na utilização deste serviço.

"Vamos interagir de forma intensa com a EVE e coparticipar no desenvolvimento final dos eVTOLS, dos requerimentos para construção dos vertiportos e do sistema de controle do espaço aéreo. Fazemos mobilidade aérea urbana há muitos anos, temos larga experiência, não só em operar, mas em desenvolver sistemas e processos para isso, o que foi decisivo para a Embraer nos escolher como parceiros estratégicos", diz Andrade.

A empresa que é líder no compartilhamento de aeronaves executivas (aviões e helicópteros), irá expandir o seu nicho de mercado com a chegada dos eVTOLs.

"Além de oferecer os serviços de propriedade compartilhada, com a chegada dos eVTOLS, passaremos a atender um público sensivelmente maior, uma vez que haverá redução importante nos custos das viagens (que será semelhante ao de aplicativos de carros). Continuaremos a atender os mercados corporativo e premium, mas uma nova população de usuários passará a ter acesso aos veículos aéreos e para isso ampliaremos a oferta de serviços. Os eVTOLS serão integrados na frota de compartilhamento e também para deslocamentos pontuais no serviço de Táxi Aéreo", finaliza Andrade.