PROVA BRASIL III

 





Descritor 20 - Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.

Item de acordo com a Matriz de Referência:

Leia o texto abaixo:
A literatura da era digital

A internet tem sido um veículo de extrema importância para a divulgação dos escritores das novas gerações, assim como dos autores de épocas em que os únicos meios de acesso à leitura eram o livro e os jornais. Hoje, com todo o advento da tecnologia, os leitores de diversas faixas etárias e de qualquer parte do mundo podem acessar e fazer o download gratuito de uma infinidade de livros [...]. Pesquisas recentes indicam que o número de obras literárias de poesia e ficção tem crescido consideravelmente nos últimos anos. Vários escritores têm preferido publicar seus textos ou livros virtualmente a ter que enfrentar os critérios e a seleção, muitas vezes injusta, das editoras. Portanto, a internet tem se tomado um espaço facilitador que acaba por redimensionar a literatura em todo o mundo. Nos Estados Unidos, por exemplo, até escritores consagrados disponibilizam seus textos na internet, pois têm consciência de que a acessibilidade dos leitores ao mundo virtual é muito grande, apesar de o mercado editorial americano ser também um monstruoso veículo de divulgação da literatura. Nos países da Europa, apesar da enorme quantidade de livrarias e bibliotecas e de todas as leis de incentivo à publicação que barateiam o preço dos livros, os escritores não hesitam em publicar suas obras pela web, porque sabem que lá também estão os seus leitores. [...]

FREITAS, Mirian de. A literatura da era digital. Revista Literatura. n°28, p. 25. (P090613EX_SUP)


1) (PO90616EX) Nesse texto, o uso de palavras como "web", "download", "internet" são típicas da linguagem           


D4 – Inferir uma informação implícita em um texto. 01. (SAERJ/RJ – 2011) 






2) A intenção da mãe ao mandar Antoninho pular na água era de 



D1 -  Localizar informações explícitas em um texto



(SAEB 2013). Leia o texto abaixo e responda.

Por que o xixi muda de cor?


Ele pode mudar de cor por causa de pigmentos contidos em alguns alimentos e remédios que ingerimos ou em decorrência de alguma doença. Em condições normais, a coloração do xixi varia de um amarelo clarinho, quase transparente, até o amarelo-escuro. Esse tom amarelado vem de três pigmentos sanguíneos — o urocromo, a bilirrubina e a creatinina —, que são filtrados pelos rins enquanto a urina é produzida. Quanto mais água ingerimos, mais diluímos esses pigmentos e, consequentemente, mais claro fica o xixi. "Por isso, urina clara é quase sempre sinal de que estamos bem hidratados", diz Cláudio Luders, nefrologista do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/por-que-o-xixi-muda-de-cor. Ultimo
acesso em 23/09/2013.



3) De acordo com o texto, a urina clara quase sempre sinaliza que estamos:





Hierarquia

Diz que um leão enorme ia andando chateado, porque tinha acabado de brigar com a mulher e esta lhe dissera poucas e boas. Eis que, subitamente, o leão defronta com um pequeno rato, o ratinho menor que ele já tinha visto.

Pisou-lhe a cauda e, enquanto o rato forçava inutilmente pra escapar, o leão gritava: “Miserável criatura, estúpida, ínfima, vil, torpe: não conheço na criação nada mais insignificante e nojento. Vou te deixar com vida apenas para que você possa sofrer toda a humilhação do que lhe disse, você, desgraçado, inferior, mesquinho, rato!”. E soltou-o . O rato correu o mais que pode, mas, quando já estava a salvo, gritou pro leão: “Será que V. Excelência poderia escrever isso pra mim? Vou me encontrar com uma lesma que eu conheço e quero repetir isso pra ela com as mesmas palavras!”.

Moral: Afinal ninguém é tão inferior assim.

http://www2.uol.com.br/millor/fabulas/043.htm - (adaptada).


.
4) Diz que um leão andava chateado, sentia-se “não muito rei dos animais” porque:






Jorge de Lima

De manhã a minha sombra
Com meu papagaio e o meu macaco
Começam a me arremedar.

E quando saio
A minha sombra vai comigo
Fazendo o que eu faço
Seguindo os meus passos.

Depois é meio-dia.
E a minha sombra fica do tamaninho
De quando eu era menino.

Depois é tardinha.
E a minha sombra tão comprida
Brinca de pernas de pau.

Minha sombra , eu só queria
Ter o humor que você tem,
Ter a sua meninice,
Ser igualzinho a você.

E de noite quando escrevo,
Fazer como você faz,
Como eu fazia em criança:

Minha sombra
Você põe a sua mão
Por baixo da minha mão,
Vai cobrindo o rascunho dos meus poemas
Sem saber ler e escrever.

Jorge de Lima

Entendendo o poema:

05 – De acordo com o poema, a sombra imita o menino:



D3 -  Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.


6) Nesse texto, no trecho “Quando ele se deu conta, já era..”, 

a expressão destacada significa:


 A) fazer um cálculo.



7) Nesse texto, no trecho “Mas aquilo era um disparate,...” (6° parágrafo), a palavra destacada tem sentido de



8) Nesse texto, no trecho “Os árcades buscavam uma vida simples, bucólica, longe do burburinho citadino.”, a palavra destacada tem o sentido de



9) No trecho “... que nem barata tonta,...” (2° parágrafo), a expressão destacada tem o sentido de




10) No trecho “Você já deve ter quebrado muito a cabeça...” (1° parágrafo), a expressão em destaque significa











GABARITO 1C -   2-C     3-B       4-B       5- A       6- C    7-A    8-A    9-D           10-B 


Comentários