Você sabia que o câncer de mama pode afetar homens?

 Você sabia que o câncer de mama pode afetar homens? O histórico da doença vem crescendo a cada ano na população masculina. 

Silencioso, câncer de mama também atinge os homens


Já ouviu falar de câncer de mama em homens? Apesar de raro, estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA) indicam que 1% dos casos de câncer de mama no Brasil afetam os homens. Assim como nas mulheres, o tratamento no sexo masculino depende da fase em que a doença é descoberta e do tipo de tumor. O mastologista do Instituto do Câncer de Brasília (ICB), Gustavo Gouveia, convida a todos para prestarem atenção em seus corpos. "A prevenção é o mais importante. Exames de rotina, autoexame e consultas periódicas auxiliam no diagnóstico precoce. É preciso conscientizar os homens que o câncer de mama não é uma doença exclusiva das mulheres", comenta.

Segundo o INCA, cerca de quatro a cada cinco casos do tumor mamário em homens ocorrem após os 50 anos. "O câncer de mama pode atingir os homens pelo simples fato de que eles, assim como as mulheres, também têm tecido mamário, embora em menor quantidade", explica Gustavo. O risco de desenvolver aumenta com a idade, sendo a faixa etária média para diagnóstico de 68 anos. Além disso, aqueles que possuem histórico familiar da doença correm mais risco. A obesidade, o sedentarismo, o consumo de bebida alcoólica, além do tabagismo contribuem para o surgimento da doença.

Prevenção

As mulheres são incentivadas constantemente a fazer o autoexame para detectar alguma modificação nos seios, como vermelhidão, aspecto da pele, nódulos, etc. Os homens devem fazer o mesmo. "Os sinais mais comuns de câncer de mama em homens são caroços ou inchaço, ondulações ou rugas da pele, retração do mamilo, secreção mamilar e descamação ou vermelhidão no mamilo ou na pele circundante", explica o mastologista do ICB. O tratamento é muito parecido com aquele feito nas mulheres, podendo envolver cirurgia, quimioterapia, radioterapia, terapia hormonal.

Uma pesquisa da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, mostrou que homens com câncer de mama são menos propensos a sobreviver à doença que as mulheres. Isso porque a descoberta neles costuma ser mais tardia, quando o tumor já está grande demais e se espalhou para outras áreas do corpo. Também revelou que 80% dos homens entrevistados não sabiam que eles podem ter câncer de mama, assim como não tinham ideia de quais sinais e sintomas são característicos da doença, como os nódulos mamários.


Sobre o ICB


O Instituto de Câncer de Brasília é uma clínica especializada no tratamento oncológico que foca no atendimento humanizado e completo, que acompanha todas as etapas do tratamento, desde o diagnóstico até a conclusão. O ICB oferece a seus pacientes consultas com equipe multidisciplinar, exames e procedimentos. São cinco clínicas no DF com corpo clínico composto por mais de 20 especialidades que dão todo suporte ao tratamento do câncer, contando inclusive com cirurgiões oncológicos. Também são realizados os principais exames e biópsias voltados para a detecção precoce da doença, além de possuir um centro de infusão para aplicação de quimioterapia e outros medicamentos.

Comentários