AS FUNÇÕES DE LINGUAGEM

 AS FUNÇÕES DE LINGUAGEM


 A comunicação é formalizado nos mais diversos gêneros textuais (romance, poema, crônica, notícia, carta entre outros) tem objetivos diferentes uns dos outros. Ao utilizarmos recursos gramaticais diferentes (verbos, pronomes, adjetivos etc.) destacamos um ou outro elemento desse processo. Essa ênfase dada a cada elemento da comunicação relaciona-se diretamente à função de linguagem presente em diferentes textos. 

As funções de linguagem são: referencial, expressiva ou emotiva, conativa ou apelativa, fática, metalinguística e poética. Para cada função, um elemento de comunicação estará em destaque. 


Características 

1) FUNÇÃO EXPRESSIVA OU EMOTIVA: (Foco no emissor) Passa para o texto marcas de atitudes pessoais como emoções, opiniões, avaliações. Na função expressiva, o emissor ou destinador é o produtor da mensagem. O produtor mostra que está presente no texto, externando os seus pensamentos. Presente em textos como dissertações, editoriais, artigos de opinião, poemas, canções etc.

 2) FUNÇÃO CONATIVA OU APELATIVA: (Foco no receptor) É quando a mensagem busca seduzir, envolver o leitor levando-o a adotar um determinado comportamento. Na função conativa a presença do receptor está marcada sempre por pronomes de tratamento, pronomes de segunda pessoa e pelo uso do imperativo e do vocativo. A propaganda, o manual de instruções e o sermão são bons exemplos de texto conativo.

 3) FUNÇÃO POÉTICA: (Foco na mensagem) Destaca-se pela elegância e estética textual criada através da utilização de recursos estilísticos – léxico, ritmo, sonoridade, visualidade, combinação. Em geral, é usada em poemas ou prosas poéticas. 

4) FUNÇÃO REFERENCIAL: (Foco no referente) Também chamada denotativa ou informativa, sua função é passar uma informação objetiva e impessoal no texto. É valorizado o objeto ou a situação de que trata a mensagem sem manifestações pessoais ou persuasivas. Presente em textos informativos em geral como notícia, reportagem, comunicado, bilhete, carta, e-mail etc. 

5) FUNÇÃO METALINGUÍSTICA: (Foco no código, linguagem) É quando a linguagem fala de si própria. Predominam em análises literárias, interpretações e críticas diversas. O livro didático, a enciclopédia, o verbete do dicionário, o resumo e a resenha são bons exemplos da função metalinguística da linguagem. 

6) FUNÇÃO FÁTICA: (Foco no canal) Objetiva estabelecer a comunicação e manter aberto o canal por onde a mensagem caminha de quem a produz para quem a recebe. Também designa algumas formas que se usa para chamar atenção. A conversa telefônica e o chat exemplificam bem a função fática da linguagem. 


A linguagem sempre varia de acordo com a situação e as funções de linguagem nunca estão isoladas do texto e do seu contexto de comunicação.

 

Comentários