Pesquisar este blog

Criptomoedas: especialista se mantém otimistas

 Apesar da queda registrada no mercado de criptomoedas, especialista se mantém otimista


Os Estados Unidos representam hoje o maior poder de processamento (hash rate) do bitcoin; o plano de impostos aprovado pelo país pode resultar no aumento do custo ou até mesmo na redução dos investimentos em segurança nas redes de criptomoedas

São Paulo, novembro de 2021 - A aprovação do pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão assinado pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que inclui formato mais abrangente de impostos para o mercado de criptomoedas devido ao termo "broker" - que pode abranger tanto as exchanges (corretas de criptomoedas) quanto os validadores das transações em blockchains, provocou uma queda significativa do preço do bitcoin. Vale ressaltar que, atualmente, os Estados Unidos representam o maior poder de processamento (hash rate) do bitcoin.

Dessa forma, a decisão pode resultar no aumento do custo de validação de transações ou até mesmo na redução dos investimentos em segurança das redes de criptomoedas. Além disso, recentemente, a SEC (U.S. Securities and Exchange Commission) tem apresentado uma postura mais restritiva do ponto de vista regulatório em relação ao mercado de criptomoedas, tanto que rejeitou a ETF de Spot de Bitcoin.

Segundo Orlando Telles, diretor de research da Mercurius Crypto, casa de pesquisa em criptoativos, esses fatores podem ter contribuído para que alguns investidores institucionais realizassem suas posições no mercado, provocando um efeito de queda dado o excesso de alavancagem, visto a alta das taxas de funding e o baixo volume do mercado.

"De modo geral, apesar desse movimento, no longo prazo o mercado de criptomoedas apresenta um cenário otimista, impulsionado nos últimos seis meses por investimentos via venture capital em aplicações como Ethereum, Solana e Polkadot, três das dez maiores criptomoedas do mercado", informa Orlando.

Ainda segundo o especialista, com os esforços das economias mundiais em controlar as taxas de juros, o mercado de criptomoedas pode ser impactado negativamente, como já está sendo sinalizado pelo FED.


Sobre a Mercurius Crypto
A Mercurius Crypto é uma casa de pesquisa em criptoativos com forte atuação nas redes sociais, que tem como objetivo disseminar conhecimento sobre criptomoedas. A empresa conta, ainda, com a Mercurius PRO, plataforma de educação em cripto exclusiva para assinantes. Mais informações no site, Instagram, YouTube e Telegram.

Informações à imprensa
SEVEN PR