Pesquisar

14 de dez. de 2021

NOVO EQUIPAMENTO PARA TRATAMENTO DE LESÕES MUSCULOESQUELÉTICAS

 

KR2 Comunicação



NOVO EQUIPAMENTO PARA TRATAMENTO DE LESÕES MUSCULOESQUELÉTICAS COM ONDAS DE CHOQUE RADIAIS, QUE JÁ BENEFICIOU 100 MILHÕES DE PESSOAS AO REDOR DO MUNDO, É LANÇADO NO BRASIL

O DolorClast® Radial Shock Waves, o mais novo equipamento para tratamento de lesões musculoesqueléticas oferece novas modalidades de aplicação, mantendo a excelente performance em resultados de toda a linha EMS

São Paulo, dezembro de 2021 - As perturbações musculoesqueléticas englobam uma variedade de lesões, podendo afetar os músculos, tendões, ligamentos, nervos, articulações e os ossos. Frequentemente essas patologias são identificadas quando o paciente apresenta um quadro de dor. Um levantamento do Ibope, realizado em 2020, apontou que 3 a cada 4 entrevistados sofre com algum tipo de dor, sendo 38% no corpo. Essas lesões geram desconforto e podem atrapalhar a vida cotidiana e profissional. Por isso, a Electro Medical System (EMS), empresa suíça a patentear o primeiro equipamento de ondas de choque e tornar-se referência neste tipo de tratamento, com o objetivo de oferecer uma recuperação eficiente, que proporcione uma melhor experiência, sem dores e processos invasivos, traz para o mercado brasileiro seu novo equipamento, o DolorClast® Radial Shock Waves .

Muitas pessoas que sofrem com as dores crônicas, acreditam que uma cirurgia ou um longo período para a recuperação são um caminho inevitável. A EMS desenvolveu o Método DolorClast®, que leva a terapia de dor a um outro nível, oferecendo o alívio que os pacientes necessitam, com processos não-invasivos, por meio das ondas de choque radiais. "A dor e o stress associados podem prolongar o processo de cura. É por isso que o tratamento da dor é um passo chave e um dos mais importantes determinantes do sucesso terapêutico. Acreditamos que uma abordagem centrada no paciente, baseada na experiência e na resposta, é parte integrante do tratamento e recuperação", pontua Gislaine Sachetti, responsável pela EMS na América Latina.

Mas afinal, o que são ondas de choque e como elas auxiliam no tratamento da dor?

Um estudo realizado em 2012 por Ya. B. Zel’dovich e Yu. P. Raizer, publicado pela Courier Corporation, definiu as ondas de choque como ondas acústicas mecânicas, que se movem mais rápido que a velocidade do som no meio. Elas atuam no sistema musculoesquelético através de mecanismos moleculares e celulares, reduzindo a concentração da substância P, que junto com outros neuropeptídeos provocam uma sensação de dor. Elas também bloqueiam o desenvolvimento da inflamação neurogênica e ativam a formação de células musculares primárias, que reparam as fibras dos músculos.

Os terapeutas que optarem pelo novo equipamento, podem escolher entre três modos de funcionamento, adequados à condição de cada paciente. O modo Analgesic fornece ondas de choque a alta frequência (25 Hz) e baixa pressão. É recomendado para a entesopatia ou para pacientes com baixos limiares de dor. O modo Ramp-up está concebido para assegurar resultados clínicos, aumentando constantemente a pressão, garantindo o fornecimento da maior dose possível de energia e cavitação. Já o modo Burst oferece ondas de choque em alta frequência (25 Hz) e frequência padrão (pré-definida) e é recomendado para a síndrome da dor miofascial ou abordagens musculares.

Os números falam por si quando se trata de comprovar a eficiência do tratamento com as ondas de choque radiais. Na base de dados da PEDro (Physiotherapy Evidence Database), 34 dos 62 estudos realizados utilizaram o DolorClast, que já tem mais de 13.000 equipamentos instalados ao redor do mundo e 100 milhões de pacientes beneficiados com os resultados. Com a chegada do equipamento no Brasil as expectativas da EMS são altas. "Agora temos a vantagem do equipamento ser portátil, o que facilita a vida do profissional que fará o procedimento. Estamos muito felizes com a chegada dessa tecnologia EMS no Brasil, temos certeza que revolucionará não só os tratamentos, mas principalmente a experiência do paciente, que com mais conforto e confiança obterá melhores resultados no processo de cura", finaliza Gislaine.

Sobre a EMS

Fundada em 1981, a EMS, Electro Medical System, é uma empresa suíça de dispositivos médicos que atua em três áreas da saúde: Dental, Terapia da Dor e Urologia, com equipamentos de última geração e tecnologia moderna. A EMS está fundamentada em 3 pilares importantes: a tecnologia de qualidade e precisão suíças, a evidência clínica comprovada sobre a eficácia de seus métodos e produtos e plataformas de educação de primeiro nível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA