PESQUISA

Páginas

Serviço voluntário: um bem para quem recebe e para quem pratica

 Serviço voluntário: um bem para quem recebe e para quem pratica

Instituto criado pelo CEJAM promove ações de promoção à saúde, capacitação para o mercado de trabalho e apoio a pessoas em situação de vulnerabilidade



Crédito da imagem: Shutterstock

Apoiar a sociedade em suas múltiplas necessidades é um dos pilares do serviço voluntário. Através dele, pessoas colocam tempo, talento, amor e criatividade em causas de interesse social e comunitário, gerando, assim, uma sociedade mais justa e igualitária.

No Dia Internacional do Voluntário, celebrado em 5 de dezembro, o CEJAM - Centro de Estudos e Pesquisas "Dr. João Amorim" destaca de que forma tem contribuído para auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade, por meio do Instituto Proença (Instituto de Responsabilidade Social Dr. Fernando Proença de Gouvêa), uma organização sem fins lucrativos criada em fevereiro de 2010.

Há mais de dez anos, o Instituto promove, coordena e orienta programas, projetos e campanhas sociais e educativas em seus municípios de atuação.


"As atividades são desenvolvidas no território em torno das Unidades Básicas de Saúde e Hospitais gerenciados pelo CEJAM. Além do suporte do nosso voluntariado, contamos também com o apoio da própria comunidade, principalmente nas iniciativas socioambientais", explica a supervisora do Instituto, Marceli Fradeschi.

Conforme Marceli, o serviço voluntário pode ser uma "tábua de salvação" a diversas pessoas que se encontram completamente desassistidas de assistência no período difícil no qual vivemos.

"Mais do que receber auxílio, nosso trabalho representa oferecer o amor desinteressado, que faz com que pessoas em situação de vulnerabilidade social se sintam enxergadas por, ao menos, parte de uma sociedade que massivamente insiste em invisibilizá-los", destaca.

A supervisora do Instituto reitera que o mais gratificante é perceber que o voluntariado é uma via de mão dupla. "Não é salvação só para quem recebe, mas, principalmente, para quem serve. Nós podemos sentir o propósito maior de nossa existência, que vai muito além daquilo que nos pagam para fazer: a possibilidade de compartilhar de quem somos, do que temos e do tempo que dispomos para simplesmente tornar a vida de alguém melhor. E isso não tem preço."

Conheça abaixo algumas das iniciativas do CEJAM, por meio do Instituto de Responsabilidade Social:

CEJAM Conecta

A formação é meio essencial para a qualidade de vida e transformação social, por isso o programa CEJAM Conecta prepara jovens para o mercado de trabalho, estimulando a cidadania e promovendo desenvolvimento, por meio de capacitações, treinamentos, workshops, palestras e rodas de conversa.

CEJAM Vitalidade

Norteado pelo lema "Prevenir é viver com qualidade", o CEJAM Vitalidade fomenta um estilo de vida saudável, realizando eventos e atividades de vivência, associados à saúde física, mental, emocional, social e espiritual, junto à comunidade.

CEJAM Solidário

Considerado o portfólio de assistência do Instituto, o CEJAM Solidário conta com campanhas e ações desenvolvidas em parceria com núcleos regionais, gerentes locais, colaboradores e o voluntariado, além da interlocução com os fundos sociais de solidariedade e outras instituições assistenciais. Entre os programas de destaque está o Viva Leite, promovido por meio do convênio com a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo e que tem a sede do CEJAM como um dos pontos de distribuição. Semanalmente, são entregues 4 litros de leite para crianças e idosos de 150 famílias cadastradas.

PAISM - Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher

Com o objetivo de ampliar o acesso da mulher à saúde sexual e reprodutiva, o PAISM, através do serviço ambulatorial, faz a inserção gratuita de LARCs (Contraceptivos de Longa Duração) em mulheres em situação de vulnerabilidade social, além de capacitar médicos e enfermeiros, a fim de que essa oportunidade seja estendida a outras localidades.

Voluntariado CEJAM
O programa foi criado para engajar voluntários no desenvolvimento de suas habilidades, capacitando e proporcionando a oportunidade de atuar em ações relevantes. Por acreditar na responsabilidade social compartilhada, o programa apoia, por meio da atuação de seus voluntários, todas as ações contínuas desenvolvidas pelo Instituto, bem como as iniciativas sociais da própria comunidade.O programa foi criado para engajar voluntários no desenvolvimento de suas habilidades, capacitando e proporcionando a oportunidade de atuar em ações relevantes. Por acreditar na responsabilidade social compartilhada, o programa apoia, por meio da atuação de seus voluntários, todas as ações contínuas desenvolvidas pelo Instituto, bem como as iniciativas sociais da própria comunidade.

Para conhecer as ações realizadas pelo Instituto e ser um voluntário, acesse o site.

Aos que desejam praticar o voluntariado, Marceli ressalta que o importante é agir, seja de forma individual ou através de uma instituição. "Não espere o momento ideal ou a ação perfeita para começar. Envolva-se com o que você tem, os seus recursos. Procure apoiar uma pessoa que esteja no seu trajeto para o trabalho, na rua de sua casa ou, talvez, um vizinho. O importante é estar com os olhos e o coração abertos para perceber as necessidades dos que nos rodeiam e se prontificar a saná-las. Seja a mudança que você quer ver no mundo", finaliza a voluntária.

Sobre o CEJAM

O CEJAM - Centro de Estudos e Pesquisas "Dr. João Amorim" é uma entidade filantrópica e sem fins lucrativos. Fundada em 1991, a Instituição atua em parceria com prefeituras locais, nas regiões onde atua, ou com o Governo do Estado, no gerenciamento de serviços e programas de saúde nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Mogi das Cruzes, Itu, Osasco, Cajamar, Campinas, Carapicuíba, Franco da Rocha, Guarulhos, Santos, Francisco Morato, Ferraz de Vasconcelos e Peruíbe.


Com a missão de ser instrumento transformador da vida das pessoas por meio de ações de promoção, prevenção e assistência à saúde, o CEJAM é considerado uma Instituição de excelência no apoio ao Sistema Único de Saúde (SUS). O seu nome é uma homenagem ao Dr. João Amorim, médico obstetra e um dos fundadores da Instituição.

Informações à imprensa:
Máquina CW