Pesquisar

28 de jan. de 2022

Intercâmbio nos Estados Unidos

 Intercâmbio nos Estados Unidos - veja como realizar o sonho de estudar ou trabalhar no país


 

Procura por vistos norte-americanos cresceu mais de 500% em 2021; Universidade do Intercâmbio conta como é possível morar no EUA



 

Fonte: Freepik


 

A busca por melhores oportunidades de trabalho e crescimento na carreira impulsionou o desejo dos brasileiros de morar fora. De acordo com o Atlas da Juventude 2021, mais de 45% dos jovens brasileiros se mudariam do Brasil se tivessem oportunidades ou condições. Só no último trimestre, houve um aumento de 500% na procura de vistos norte-americanos.

De acordo com a startup especializada em mapear e direcionar pessoas para oportunidades internacionais, Universidade do Intercâmbio, os Estados Unidos se tornou uma das principais opções por conta da oferta de empregos, faculdades e cursos que podem ajudar no crescimento individual das pessoas. Para o CEO da startup, Vinicius Nunes, as últimas notícias sobre o mercado de trabalho norte-americano ajudam a pensar nas possibilidades de emprego no país. “Hoje, mais de 10 milhões de vagas de emprego estão sem ocupação nos EUA, é a maior taxa de vagas do século. Além do cenário da Covid-19, que impulsionou uma nova realidade com o trabalho remoto”, conta.

Para falar mais sobre os principais caminhos que os brasileiros podem seguir para conseguir realizar o sonho de estudar ou trabalhar nos Estados Unidos, a Universidade do Intercâmbio separou algumas dicas especiais para conquistar esse objetivo


 

1 - Saiba bem a sua área de interesse - Entender no que você quer atuar e o que deseja fazer é o primeiro passo para garantir um intercâmbio com menos custos e mais possibilidades. Por isso, não deixe de realizar uma pesquisa detalhada sobre a sua profissão, o local que deseja estudar ou trabalhar e as oportunidades da região escolhida.

 

2 - Busque por oportunidades gratuitas - Do mesmo jeito que é importante saber o que quer fazer, é importante também ver como fazer isso da melhor maneira possível. Nos Estados Unidos existem mais de 300 mil tipos de bolsas de estudos, e cada uma com um propósito, existem bolsas por mérito, bolsas exclusivas para mães, bolsas para atletas, bolsas de criatividade - como jogar videogame - e muitas outras oportunidades, basta entender o que elas pedem e aplicar.

 

3 - Trabalhe durante as férias universitárias: uma das oportunidades mais bacanas para os jovens brasileiros que já começaram uma graduação é participar de trabalhos de curto prazs nas férias, os conhecidos summer e winter jobs, que são estágios e empregos de férias nos EUA. Grandes empresas norte-americanas abrem processos seletivos durante todo o ano para este período das férias acadêmicas, e valorizam currículos estrangeiros para promover o multiculturalismo na organização interna.

 

4 - Aproveite a pandemia: pode parecer besteira, mas a Covid-19 impulsionou a redução dos processos burocráticos para as aplicações, já que a maioria foi realizada dentro do formato remoto, com entrevistas e etapas online. Por isso, aproveite as seleções onlines. Além disso, as possibilidades de trabalho home office aumentaram o leque de oferta de empregos para estrangeiros sem sair do Brasil.



 

Sobre a Universidade do Intercâmbio

A Universidade do Intercâmbio é a maior edtech voltada para intercâmbios no Brasil. Fundada por Matheus Tomoto, em parceria com Diego Damasceno e Vinícius Nunes, a instituição que está há mais de 5 anos no mercado quer simplificar e democratizar o acesso a oportunidades internacionais. Mais de 25 mil alunos já passaram pelos cursos, mentorias e plataforma disponibilizada pela UDI, que oferece a tecnologia do ensino remoto como método para conversar com estudantes de todos os cantos do Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA