Pesquisar

5 de jan. de 2022

Vulva X Vagina saiba as diferença

 

Vulva X Vagina saiba as diferenças
 

É comum a confusão entre os termos, porém cada área requer um cuidado específico, por isso B.O.B Íntimo veio esclarecer como deve ser feita a higiene íntima.

É mais comum do que se imagina pensar que quando nos referimos à vulva ou à vagina, estamos falando da mesma coisa, mas na verdade são regiões diferentes, possuem suas próprias características e esse entendimento é de extrema importância para a higiene e saúde íntima. Você, provavelmente, já se deparou com essa informação: Vagina não se lava! Achou essa afirmação confusa? Pois, foi baseada nessa confusão conceitual, que a B.O.B (Bars Over Bottles), empresa de cosméticos em barra, pioneira no conceito waterless no Brasil, desenvolveu a campanha de lançamento de seu primeiro sabonete íntimo - o B.O.B Íntimo.

"No início do ano, quando começamos o desenvolvimento desse produto, em conversas com nossa comunidade, percebemos que muita gente não entendia a diferença entre vulva e vagina, e que havia muitos mitos a respeito da higiene íntima. Isso tem um desdobramento super prejudicial para a saúde íntima de pessoas com vulva." - conta Andreia, co-fundadora da B.O.B.
 

Por isso, a B.O.B se uniu com a Oya Care, uma femtech criada para ser a primeira clínica virtual focada na saúde preventiva da mulher no Brasil e que quer oferecer autonomia e empoderamento feminino por meio da saúde. As duas empresas se juntaram com o objetivo comum de esclarecer dúvidas e educar sobre a importância da higiene íntima correta para a saúde.
 

A vulva é conhecida popularmente como a genitália feminina, a parte externa da região íntima, que engloba monte pubiano, clitóris, pequenos e grandes lábios, uretra, introito vaginal (que é a abertura vaginal) e vagina. “A estrutura anatômica é a mesma para todas as vulvas, mas não existe nenhuma igual à outra”, explica a ginecologista da Oya Care, Natalia Ramos. Já a vagina é a parte interna do aparelho genital, é o canal recoberto por mucosa que conecta a vulva ao útero.
 

Higiene íntima deve ser feita na vulva, mas não na vagina

Sobre a higienização da região íntima é importante frisar: a vagina é autolimpante. “Não é preciso higienizar a parte interna de nenhuma forma. A vagina produz secreções que garantem a limpeza natural. Além disso, a flora vaginal possui pH ácido (pH < 7), por isso sabonetes neutros (pH = 7) ou alcalinos (pH > 7) podem prejudicar sua proteção natural: e é isso que pode desencadear a proliferação de fungos e bactérias indesejáveis”, pontua a ginecologista.
 

Para a limpeza da vulva é recomendado o B.O.B Íntimo. Um sabonete em barra feito para higiene e saúde da região íntima, um dos primeiros no mercado nacional 100% livre de plástico e microplásticos, vegano e não testado em animais. Hipoalergênico, ginecologicamente e dermatologicamente testado, o lançamento é indicado para todas as pessoas com vulva, a partir da primeira menstruação.
 

Composto com ingredientes naturais como Manteiga de Ucuuba, que hidrata criando uma camada protetora sobre a pele. Ácido Lático Vegetal que possui o pH equilibrado ajudando a manter a flora saudável, preservando as bactérias naturais e benéficas da região e Nano Lipídeos, que são óleos essenciais nano-encapsulados com ação antimicrobiana que auxiliam na manutenção da flora, impedindo a proliferação de fungos e bactérias indesejáveis.
 

A recomendação de uso do sabonete íntimo é diária, não é segredo para ninguém que diferentes partes do nosso corpo exigem cuidados especiais. A região íntima de pessoas com vulva não é diferente. É ideal utilizar um sabonete íntimo adequado, que deve ser aplicado apenas na área genital externa (ou seja, nada de vagina), a fim de diminuir os riscos de infecções e manter a região íntima saudável”, ressalta a ginecologista Natalia Ramos, da Oya Care, que recentemente lançou o serviço ginecológico emergencial virtual SOS Oya, ideal para sanar dúvidas como essa de forma segura e prática.
 

Informações:

Sabonete Íntimo - R$ 43,50

Venda: usebob﹒com﹒br

Sobre a B.O.B

B.O.B é uma sigla para Bars Over Bottles, que em português significa Barras ao invés de Garrafas. Esse conceito fala diretamente sobre reduzir a poluição plástica no mundo, que é um dos maiores desafios ambientais da atualidade, além de adotar um estilo de consumo mais consciente. Isso tudo só é possível graças ao conceito waterless que retira a água da produção e permite que a fórmula seja mais limpa, e dispense o uso de plástico descartável. Além disso, todo portfólio é vegano e sem crueldade animal. A B.O.B pensa em cada etapa do autocuidado, garantindo que tudo o que usamos e devolvemos para a natureza não prejudique o nosso Planeta.

Em pouco tempo ela se tornou uma referência de inovação na indústria da beleza no Brasil ao desenvolver cosméticos mais conscientes.


Sobre a Oya Care

A Oya Care é uma femtech criada por Stephanie von Staa para ser a primeira clínica virtual focada na saúde preventiva da mulher no Brasil. Hoje a empresa possui três serviços: dois formatos diferentes para realização de uma avaliação preventiva de fertilidade, que tem como objetivo ajudar a mulher a entender seus processos férteis por meio da investigação da reserva ovariana; e o terceiro chamado SOS Oya, uma experiência acolhedora e sem julgamentos que tem o objetivo de sanar dúvidas, dores e desconfortos que podem estar impedindo as pessoas com vulva de viver a sua rotina de maneira leve, e em paz com o próprio


Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA