Coesão e Coerência

 Coerência e coesão são dois mecanismos fundamentais para a produção de texto.

A coesão é o mecanismo relacionado com elementos que asseguram a ligação entre palavras e frases, de modo a interligar as diferentes partes de um texto.

A coerência, por sua vez, é responsável por estabelecer a ligação lógica entre ideias, para que, juntas, elas garantam que o texto tenha sentido.

Substituições

Garantem a coesão lexical. Ocorrem quando um termo é substituído por outro termo ou por uma locução como forma de evitar repetições.

Coesão correta: Os legumes são importantes para manter uma alimentação saudável. As frutas também.

Erro de coesão: Os legumes são importantes para manter uma alimentação saudável. As frutas também são importantes para manter uma alimentação saudável.

Explicação: "também" substitui "são importantes para manter uma alimentação saudável".

Conectores

Esses elementos são responsáveis pela coesão interfrásica do texto. Criam relações de dependência entre os termos e geralmente são representados por preposições, conjunções, advérbios, etc.

Coesão correta: Elas gostam de jogar bola e de dançar.

Erro de coesão: Elas gostam de jogar bola. Elas gostam de dançar.

Explicação: sem o conectivo "e", teríamos uma sequência repetitiva.

Referências e reiterações

Nesse tipo de coesão, um termo é usado para se referir a outro, para reiterar algo dito anteriormente ou quando uma palavra é substituída por outra com ligação de significados.


Coesão correta: Hoje é aniversário da minha vizinha. Ela está fazendo 35 anos.

Erro de coesão: Hoje é aniversário da minha vizinha. Minha vizinha está fazendo 35 anos.

Explicação: observe que o pronome "ela" faz referência à vizinha.

Correlação verbal

É a utilização dos verbos nos tempos verbais corretos. Esse tipo de coesão garante que o texto siga uma sequência lógica de acontecimentos.

Coesão correta: Se eu soubesse eu te avisaria.

Erro de coesão: Se eu soubesse eu te avisarei.

Explicação: note que "soubesse" é uma flexão do verbo "saber" no pretérito imperfeito do subjuntivo e isso indica uma situação condicional que poderia dar origem a uma outra ação.

Para a frase fazer sentido, o verbo "avisar" tem de estar conjugado no futuro do pretérito para indicar um fato que poderia ter acontecido se uma ação no passado tivesse se concretizado.


Comentários