Conjunção e Preposição

 
































Tipos e Exemplos de Preposições 

Preposição de lugar: 

Essa bolsa veio de Paris. 

Preposição de modo: 

Os alunos eram colocados em fila. 

• Preposição de tempo:

 Por vinte anos ele viveu nessa cidade.  

Preposição de distância: 

A cinco quilômetros daqui da estação.  

Preposição de causa: 

Com a falta de dinheiro, não posso comprar 

Preposição de instrumento:

 Ela cortou a folha com a tesoura nova. 

Preposição de finalidade: 

A nossa escola foi enfeitada para a festa de formatura. 


As conjunções são palavras invariáveis que possuem uma função estritamente gramatical, Utilizadas para o estabelecimento da relação entre duas orações, ou ainda, na relação entre dois termos que se assemelham, gramaticalmente, dentro da mesma oração.

 

Exemplos:

A escola está repleta de alunos e pais

A notícia não foi agradável nem desagradável

Quero estudar, mas estou com muito sono.



















 Preposições Acidentais 

– são as palavras de outras classes gramaticais que, em certas frases funcionam como preposição, são elas: 

afora, como, conforme, consoante, durante, exceto, mediante, menos,  salvo, segundo, visto etc. 

Temos ainda as Locuções Prepositivas 

A locução prepositiva é formada por duas ou mais palavras com o valor de preposição, sempre terminando por uma preposição.

Exemplo: 

 abaixo de, acima de, a fim de, além de, antes de, até a,                                       depois de, ao invés de, ao lado de, em que pese a, à custa de,                             em via de, à volta com, defronte de, a par de, perto de, por causa de, através de, etc.



1) Qual a classe gramatical da palavra destacada no trecho 
"Voltou a colocar o pedaço de madeira SOBRE os pés do cego e se foi"?

a) (   ) Pronome   
b) (   ) Preposição  
c) (    ) Conjunção  
d) (   ) Advérbio    
e) (   )Substantivo 


OBSERVAÇÃO: 
Sobre = Algo que está "acima de"

Sob = Embaixo de.

A questão é de morfologia e quer que identifiquemos a palavra destacada em "Voltou a colocar o pedaço de madeira SOBRE os pés do cego e se foi". Vejamos:

 .

A) Pronome.

Errado.

Pronome: palavra variável em gênero, número e pessoa que substitui o substantivo, determina ou o acompanha, indicando-o como pessoa do discurso ou situando-o no espaço e no tempo. São classificados em pessoais, possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos e indefinidos e também podem ser classificados em pronomes adjetivos e pronomes substantivos.

 .

B) Preposição.

Certo. "Sobre" é uma preposição essencial.

Preposição: palavra invariável que une dois termos de uma oração, subordinando um ao outro, de tal modo que o sentido do primeiro (antecedente) é explicado ou completado pelo segundo (consequente). Ex.: Concordo com você.

As preposições essenciais são: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás.

 .

C) Conjunção.

Errado.

Conjunção: palavra invariável que une duas orações ou dois termos semelhantes da mesma oração. As conjunções dividem-se em coordenativas e subordinativas. Ex.1: Tristeza e alegria não moram juntas. (Nesse caso, "e" liga duas palavras da mesma oração e é uma conjunção). Ex.2: Os livros ensinam e divertem. (Nesse caso, "e" liga duas orações e é uma conjunção).

 .

D) Advérbio.

Errado.

Advérbio: palavra invariável que indica circunstâncias. Modifica o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio advérbio. Pode ser de afirmação, dúvida, intensidade, lugar, modo, tempo e negação.

 .

E) Adjetivo. 

Errado.

Adjetivo: palavra variável em gênero, número e grau que expressa qualidade, característica, defeito, origem, estado do substantivo ou de qualquer palavra substantivada.

 .

Referência: CEGALLA, Domingos Pascoal. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa, 48.ª edição, São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2008.

 .

Gabarito: Letra B


ANÁLISE SINTÁTICA 






Comentários