Pesquisar

11 de mar. de 2022

Frente parlamentar em defesa da cannabis medicinal

 Frente parlamentar em defesa da cannabis medicinal discute cultivo em audiência pública em SP

Quatro especialistas relatam as diversas experiências de cultivo de cannabis para fins medicinais e industriais no Brasil e no exterior, mapeando as boas práticas e as principais dificuldades para o desenvolvimento da atividade

16/03/22
 

A frente parlamentar em defesa da cannabis medicinal e do cânhamo industrial recebe na quarta-feira (16/03) especialistas para a discussão sobre o cultivo de cannabis no país. A terceira audiência pública com o tema “Cultivo” pretende discutir as diversas experiências do plantio de cannabis para fins medicinais e industriais no Brasil, mapeando as boas práticas e as principais dificuldades para o desenvolvimento do cultivo no país.
 

Hoje, o Brasil tem mais de 50 mil pacientes que fazem uso de produtos terapêuticos à base de cannabis, segundo dados da consultoria Kaya Mind com base em levantamento junto à Anvisa e à FACT, federação que reúne associações de cannabis terapêutica. Hoje é permitido às empresas instalarem fábricas, beneficiar e vender canabidiol em farmácias, mas o plantio ainda é proibido no Brasil.
 

Palestrantes - Cidinha Carvalho, bancária, mãe de Clarian, diagnosticada com síndrome de Dravet e paciente de cannabis terapêutica. É presidente da Cultive Associação de Cannabis e Saúde e membro da PBPD - Plataforma Brasileira de Políticas de Drogas.
 

Sérgio Rocha, engenheiro agrônomo, geógrafo e especialista em agroecologia, é diretor executivo e fundador da ADWA Cannabis Pesquisa e Desenvolvimento, empresa de melhoramento genético de cannabis. Com formação pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), PUCMinas e IFSudeste MG, é mestrando na área de Genética e Melhoramento de Plantas, com foco na cannabis, pelo Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia da UFV. É cofundador e membro do Grupo Brasileiro de Estudos sobre a Cannabis Sativa UFV (CNPq) desde 2017. É autor do primeiro zoneamento agroclimático para o cultivo de cannabis para uso medicinal e industrial no Brasil (2018). É também autor da proposta de introdução da cannabis enquanto cultura agrícola no Brasil, com potencial para uso medicinal e industrial sob as condições edafoclimáticas do município de Viçosa-MG (2017) e responsável pelo primeiro programa de melhoramento genético de cannabis do país, com cultivos e produção de sementes autorizados desde 2020.
 

Lorenzo Rolim -- Engenheiro agrônomo pela University of California - Davis, há seis anos, começou sua carreira com cannabis medicinal ainda estudante trabalhando na indústria local. Foi responsável pela Bedrocan Brasil, supervisionando todos os empreendimentos realizados pela empresa no país e América do Sul. Depois de deixar a empresa, Lorenzo tornou-se consultor independente e associado da Rhizo Sciences, consultoria para projetos de produção de cannabis medicinal e cânhamo industrial, participando de projetos na Austrália, Nova Zelândia, Lesoto, Zimbábue, Brasil, Uruguai, Colômbia e Chile. Atualmente, Lorenzo é o presidente em exercício da Associação Latino-Americana de Cânhamo Industrial (laiha﹒org) e diretor de Desenvolvimento de Produção na TANGHO Green, uma holding que investe em vários projetos focados em sustentabilidade, regeneração ambiental, cadeias de suprimentos de bens de consumo ecologicamente corretos e cânhamo industrial de grande escala produção e processamento. É atualmente o agrônomo responsável pela maior área de produção de cânhamo industrial da América Latina, localizada no Paraguai, onde já foram produzidos cerca de 4 mil hectares desde 2019.
 

Rafael Redwood - É cofundador e CEO da USA Hemp. À frente dos negócios da empresa nos EUA, coordena a linha de produção dos medicamentos da marca. Em 2019, a empresa passou a vender seus produtos para pacientes brasileiros e já é uma das principais exportadoras de cannabidiol no país. Em 2021, a marca já apresentava crescimento de 60% no país em relação ao ano anterior, uma receita acumulada de 25 milhões de dólares em vendas, segundo informações da revista Exame. De acordo com a The New Frontier Data, o Brasil domina 24% do potencial do mercado da América Latina.
 

Frente Parlamentar - Inédita no país e formada por 21 deputados de doze partidos, a frente parlamentar coordenada pelo deputado Sérgio Victor (Novo) pretende ampliar a discussão, o aprimoramento da legislação e de políticas públicas para o estado referentes à regulamentação da cannabis e do cânhamo, combater o preconceito e democratizar o uso de medicamentos à base de cannabis por meio do SUS. Bruno Pegoraro, do Instituto de Pesquisas Sociais e Econômicas da Cannabis -- Ipsec, é o secretário executivo da Frente.

 

SERVIÇO

EVENTO: Audiência pública com o tema “Cultivo”

QUANDO: quarta-feira, 16 de março de 2022

HORÁRIO: 19h às 21h

ONDE: em ambiente virtual, via ZOOM, ao vivo

TRANSMISSÃO: Link TV ALESP no Youtube

Inscrições pelo link do evento
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA