PESQUISA

Páginas

Instituto Chamex abre inscrições para a terceira edição do curso Arte

 Instituto Chamex abre inscrições para a terceira edição do curso Arte na BNCC, formação on-line e gratuita para educadores da rede pública de todo Brasil


A iniciativa é realizada em parceria com o Instituto Arte na Escola e oferece 1.500 vagas para apoiar na transformação da sala de aula por meio da arte e da criatividade

 

O Instituto Chamex oferece 1.500 vagas à professores e professoras da rede pública de ensino de todo o território nacional para o curso on-line e gratuito Arte na BNCC. As vagas são limitadas e as inscrições poderão ser realizadas pelo site do Instituto Arte na Escola, parceiro da iniciativa, entre os dias 10 e 24 de março. Além disso, o Instituto Chamex, com o objetivo de incentivar os educadores a despertar ainda mais a criatividade em sala de aula, enviará para os 100 primeiros docentes que concluírem o curso um kit especial com Chamequinho 120g, Chamequinho 180g, Chamequinho com 4 cores, Chamex 300 folhas e atividades indicadas para desenvolvimento em sala de aula.

Com 40 horas de duração, o curso é uma trilha de aprendizagem que reúne vídeos exclusivos, recursos interativos, documentários, materiais complementares e está dividido em quatro módulos: Mapeando a Arte na BNCC, Processos de Criação, Materialidade e Entrelaçando a BNCC e os Territórios da Arte. O início das aulas será no dia 31 de março e os educadores terão o prazo de quatro meses para a conclusão das atividades, recebendo o certificado do Instituto Arte na Escola em sua finalização. A iniciativa temcomo objetivo ajudar os professores a se apropriarem da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) na prática, transformando a sala de aula em um espaço de invenção, investigação e pensamento crítico. A 3ª edição do curso ganha uma importância adicional, já que será obrigatória, a partir deste ano, a adoção da nova BNCC.

 

"A Arte é uma peça fundamental no currículo escolar. Por meio do ensino de Arte, o aluno constrói repertório expressivo e crítico que o motiva a propor transformações em sua trajetória e também no seu entorno. Países desenvolvidos já perceberam isso e estão colocando a Arte no centro de suas políticas educacionais. Nós lançamos esta terceira edição do curso Arte na BNCC justamente para que os professores conheçam a Base Nacional Comum Curricular e possam se apropriar dela de forma criativa e transformadora”, comenta Claudio Anjos, presidente do IAE.

 

Ao longo das aulas, os docentes poderão analisar e se inspirar nas estratégias apresentadas para lidar de forma inventiva nas aulas de Arte, colocando os alunos no papel de protagonistas e valorizando ainda mais os processos de criação na escola. “Esse é o terceiro ano de parceria com o IAE e temos certeza que iremos colher resultados muito significativos. O curso Arte na BNCC está alinhado com a crença do Instituto Chamex de adotar processos inovadores e inventivos como forma de ensinar, aprender, empreender e educar, além do formato que acreditamos para promover a educação, construindo redes e pontes para a transformação. A arte inspira e desperta a criatividade que conecta o aluno ao aprendizado, fortalecendo seu papel de mudar o mundo”, afirma Mariana Claudio, gerente executiva do Instituto Chamex.

 


Curso: Arte na BNCC

Formato: on-line

Local: Nacional

Valor: Gratuito
Público: professores e professoras de Arte da rede pública de ensino

Carga horária: 40 horas.

Data de inscrição: entre 10 e 24 de março de 2022.

Início do curso: 31 de março de 2022 (período de até quatro meses para conclusão)
Inscrições -- Clique aqui: Site do Instituto Arte na Escola 


Sobre o Instituto Chamex  

Criado em 2007, o Instituto Chamex coloca a criatividade como o elemento central para a construção de uma educação mais acessível, inclusiva, equitativa e transformadora. Atuando em rede com diversos parceiros, o Instituto fomenta o desenvolvimento de estudantes, professores e agentes da educação do ensino infantil, fundamental e médio, apoiando projetos nacionalmente e desenvolvendo projetos localmente. Dessa forma, busca transformar inúmeras realidades, possibilitando um novo futuro para milhares de brasileiros.

 

O Instituto Chamex é mantido pela Sylvamo Brasil, produtora dos papéis para Imprimir e Escrever Chamex, Chamequinho e Chambril e segue suas diretrizes de responsabilidade social, sustentabilidade e ética, engajando seus profissionais e apoiando as comunidades, pois acredita que por meio da criatividade e da educação é possível impulsionar mudanças e acelerar soluções para transformar a vida de muitas pessoas.

 

Para mais informações, acesse o site do Instituto Chamex
 

Sobre a Sylvamo Brasil 

Sylvamo (NYSE: SLVM) é A Empresa de Papel do Mundo: sua visão é ser o empregador, o fornecedor e o investimento preferidos. O propósito da companhia é produzir o papel que as pessoas precisam de maneira responsável e sustentável. Com sede global em Memphis, Tennessee, a empresa emprega mais de 7.000 profissionais e possui sete fábricas, seis delas totalmente integradas, que produzem 2,8 milhões de toneladas de papel não revestido e 580 mil toneladas de celulose de mercado, atendendo mais de 600 clientes em todo o mundo.  Em 2021, a companhia acumulou US$ 3,5 bilhões em vendas líquidas.

 

No Brasil, a Sylvamo é produtora dos papéis para Imprimir e Escrever Chamequinho, Chamex e Chambril e emprega cerca de 3 mil pessoas. São três unidades industriais, localizadas em Mogi Guaçu (SP), Luiz Antônio (SP) e Três Lagoas (MS), que produzem mais de 1 milhão de toneladas de papel não revestido por ano, além de mais de 100.000 hectares de florestas plantadas de eucalipto e de vegetação nativa no Estado de São Paulo, que fornecem uma fonte sustentável de fibra de madeira de alta qualidade. 

 

Para mais informações, acesse o site da Sylvamo Brasil ou as redes sociais da companhia: LinkedIn Sylvamo BrasilInstagram Sylvamo Brasil e Facebook Sylvamo Brasil.

 

Sobre o Instituto Arte na Escola 

Há mais de 30 anos, o Instituto Arte na Escola (IAE), qualifica, incentiva e valoriza a Arte brasileira em contextos educativos, para aproximar públicos diversos do patrimônio cultural nacional. Um dos pilares centrais do IAE é estabelecer um amplo e qualificado espaço de debate sobre as tendências e desafios da Arte e da Cultura Contemporânea na formação de público.

Desde 1989, o IAE produz uma série de materiais e ações de difusão da Arte Contemporânea brasileira, sob a perspectiva de democratização de acesso, socialização e aprofundamento. O IAE articula também o Prêmio Arte na Escola Cidadã e a Rede Arte na Escola, que conecta artistas, arte-educadores e interessados no estudo da Arte e da Cultura brasileira. Ao todo, são 32 Polos conveniados, localizados em instituições parceiras de 32 cidades e 17 Estados do país.

 

 Atendimento à imprensa   

 

FSB Comunicação