Pesquisar

1 de abr. de 2022

Jellysmack lança programa de licenciamento de catálogo do YouTube que oferece até US$ 500 milhões para apoiar criadores de conteúdo

 

 

Maior iniciativa deste tipo no mundo, o projeto oferece capital para financiar novas ideias de negócios, desenvolvimento de marca e criação de conteúdo em troca do licenciamento da biblioteca do YouTube dos creators

 

São Paulo, abril de 2022 -- Uma tendência recente no mundo do entretenimento mainstream, especificamente na indústria musical, é a venda de catálogos completos de títulos de artistas famosos. São muitos os exemplos, desde Bruce Springsteen, que em dezembro do ano passado obteve a quantia de USD 500 milhões pela venda dos direitos de sua obra musical, superando a cifra de outra lenda, Bob Dylan, que, anteriormente, obteve USD 400 milhões.
 

Hoje, esse fenômeno está se aproximando do mundo da economia criativa e do conteúdo digital, e a Jellysmack, empresa global que desenvolve criadores de vídeo por meio de tecnologia proprietária, identificou, assim, um potencial estratégico. A companhia dá mais um passo em sua estratégia em se tornar referência para a Creators Economy mundialmente e anuncia a expansão de seu Programa de Criadores com um projeto que oferece capital para criadores qualificados em troca do licenciamento de sua biblioteca de conteúdo no YouTube. Os dados ​​e recursos de inteligência artificial da Jellysmack permitem que a empresa preveja os ganhos potenciais do catálogo de vídeos de qualquer criador e ofereça aportes que começam em US$ 100 mil e podem chegar à casa de milhões de dólares para criadores qualificados. A iniciativa eleva o plano total de investimento no Programa de Criadores da Jellysmack para US$ 750 milhões.

 

O modelo de licenciamento oferece aos criadores um aporte inicial para que possa dar os próximos passos no crescimento dos negócios sem abrir mão de qualquer participação em sua propriedade intelectual, marca ou novos empreendimentos. Embora muitos criadores possam usar os fundos para conquistar um crescimento multiplataforma a longo prazo, como contratar membros para a equipe, lançar novos negócios ou aprimorar sua capacidade de produção e técnica, também é possível alocar o investimento em outros objetivos, inclusive pessoais. Além disso, a Jellysmack não participa financeiramente de nenhum conteúdo de vídeo do YouTube recém-publicado. Isso permite que os criadores permaneçam totalmente independentes e no comando de sua própria empresa.

 

O licenciamento dos catálogos abre mais um caminho para a Jellysmack desenvolver e empoderar os creators como donos de seus próprios negócios. Os criadores de conteúdo podem optar por um acordo para receber capital imediato em troca do licenciamento de parte do seu catálogo do YouTube, participar do Programa de Criadores de monetização multiplataforma ao longo do tempo ou participar de ambas iniciativas.

 

Segundo Bruno Belardo, country manager da Jellysmack no Brasil, com o programa, a startup inaugura um novo modelo de negócio na Creators Economy. "Atualmente, o cenário financeiro da economia dos criadores se baseia em parcerias com marcas e monetização através dos algoritmos das redes sociais. O programa de licenciamento da Jellysmack chega para quebrar esses paradigmas e abrir um novo norte para criadores de conteúdo, que passam a receber aportes de investimentos que não dependem apenas da rede social", analisa.

 

Além do retorno financeiro, a relevância também é peça-chave. "Com o trabalho da Jellysmack, vídeos antigos do criador de conteúdo voltam a ser relevantes, o que gera uma oxigenação de sua audiência e o ajuda a se tornar ainda mais relevante na rede social", acrescenta o executivo.
 

Também atuando como criadora de vídeos para redes sociais em larga escala, a Jellysmack começou produzindo dezenas de canais de vídeo próprios como Beauty Studio, Oh My Goal e Gamology nas principais redes sociais do mundo. O domínio deste conhecimento somado à tecnologia proprietária da empresa coloca a startup em uma posição única para apoiar criadores não apenas financeiramente, mas também estrategicamente.

 

As equipes internas de dados da Jellysmack incluem mais de 200 especialistas, com previsão de mais centenas de contratações adicionais de profissionais de tecnologia e dados para este ano. A avançada tecnologia de inteligência artificial da empresa oferece uma vantagem única na avaliação do desempenho futuro do conteúdo. A análise preditiva e os algoritmos personalizados da Jellysmack para o desempenho de vídeos serão fundamentais na seleção de criadores e na geração de ofertas agressivas.

 

Lançado em 2018, o Programa de Criadores da Jellysmack aplica tecnologia, dados, criatividade e experiência para ajudar os criadores de vídeo a aumentar seu público, engajamento e receita em diversas mídias sociais por meio de um trabalho sofisticado de produção, edição e impulsionamento de conteúdo. Em 2021, o programa cresceu 300%, passando de 100 criadores para mais de 400.. Cerca de 60% dos criadores de Jellysmack lançados até 2021 geraram mais de US$ 250 mil em receita incremental para seus canais. No Brasil, o programa gera, em média, 280 milhões de minutos assistidos por mês, alcançando 22 milhões de pessoas mensalmente. Atualmente, a startup conta com os mais influentes criadores do mundo como parceiros, incluindo MrBeast, PewDiePie, Karen Bachini e Rezendeevil. A tecnologia de ponta da empresa atraiu recentemente um investimento Série C de nove dígitos do renomado fundo de tecnologia SoftBank Vision Fund II, que catapultou a Jellysmack para um status de unicórnio.

 

Sobre a Jellysmack

Co-fundada em 2016 por Michael Philippe, Robin Sabban e Swann Maizil, Jellysmack detecta e desenvolve os criadores de vídeo mais talentosos do mundo por meio da tecnologia. Seus dados de vídeo proprietários e ferramentas de otimização impulsionam o crescimento do público social, desbloqueando novos fluxos de receita e aumentando a monetização. Atualmente, a empresa trabalha com centenas dos maiores criadores de conteúdo, incluindo Brad Mondo, Bailey Sarian, Claudipia, T3ddy, Patrick Starrr, Derek Deso, Karina Garcia e PewDiePie. Jellysmack otimiza, opera e distribui conteúdo de vídeo feito por criadores no Facebook, Instagram, TikTok, Twitter e YouTube. A estratégia da empresa se baseia em seu sucesso em dimensionar seus próprios canais de conteúdo original em beleza ("Beauty Studio"), futebol ("Oh My Goal"), jogos ("Gamology") e muito mais. O conteúdo gerenciado pelo Jellysmack possui 10 bilhões de visualizações mensais de vídeo em todo o mundo e um alcance multiplataforma de 125 milhões de usuários únicos.

 

Contato para imprensa:

Andressa Vilela



https://jellysmack.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA