PESQUISA

Páginas

O Governador do Estado de São Paulo Rodrigo Garcia autorizou o pagamento retroativo, a contar de 1⁰ de janeiro

 



O Governador do Estado de São Paulo Rodrigo Garcia autorizou o pagamento retroativo, a contar de 1⁰ de janeiro, do novo piso nacional do magistério, regulamentado em fevereiro pelo Governo Federal. O pagamento já será creditado em folha suplementar em 14 de abril.

A medida estabelece o valor de R$ 3.845,63 para professores que cumpram jornada de 40h. O valor será pago em forma de complemento para quem estiver abaixo do piso.

Esta é mais uma vitória do Quadro do Magistério (QM) da rede estadual que com a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 3/22 garantiu reajuste de 10% de seu salários, que também será pago no dia 14.

Ainda mais importante o PLC instituiu a Nova Carreira Docente, que prevê salário inicial de R$ 5 mil, 30% maior que o novo piso nacional.