Pesquisar

17 de jun. de 2022

Podcast da FLE discute importância do pensamento de Edmund Burke

 


“É um erro popular muito comum acreditar que aqueles que fazem mais barulho a lamentarem-se a favor do público sejam os mais preocupados com o seu bem-estar.”
EDMUND BURKE


 

Episódio recebeu o professor Alex Catharino, especialista em Conservadorismo e Liberalismo


 

BRASÍLIA, 20 DE ABRIL DE 2022 - Edmund Burke, Visconde de Cairu e a difusão do conservadorismo no Brasil foram temas da conversa entre o cientista político Márcio Coimbra, presidente da Fundação da Liberdade Econômica (FLE), e o historiador Alex Catharino para o podcast Liberdade em Foco. O episódio está disponível gratuitamente no portal da FLE e também no Spotify, gratuitamente.


 

Alex Catharino é historiador, editor e professor de Filosofia Política, especialista em Conservadorismo e Liberalismo e membro da Edmund Burke Society, da T. S. Eliot Society e da Philadelphia Society, além de pesquisador residente do Russell Kirk Center, nos EUA.


 

Os especialistas conversaram inicialmente sobre Burke, considerado pai do conservadorismo, que foi membro da Câmara dos Comuns no Parlamento Britânico, e destacaram também sua atuação em uma facção liberal. O foco foram as linhas gerais do pensamento burkeano e sua importância para o conservadorismo e para o liberalismo.


 

Os escritos de Edmund Burke foram muito influentes no Brasil durante o Império, tendo influenciado diversos estadistas conservadores e liberais brasileiros. A difusão do pensamento burkeano no país e os políticos sugestionados pelas ideias também estiveram entre os assuntos do podcast.


 

Além disso, a história de José da Silva Lisboa, o Visconde de Cairu, o primeiro divulgador das ideias de Edmund Burke foi explorada, reforçando a influência das reflexões de Lisboa para os dias atuais.

Sobre a FLE

A Fundação da Liberdade Econômica (FLE) é um centro de pensamento, produção de conhecimento e formação de lideranças políticas. É baseada nos pilares da defesa do liberalismo econômico e do conservadorismo como forma de gestão. Criada em 2018, a entidade defende fomentar o crescimento econômico, dando oportunidades a todos. Nesse sentido, investe em programas para a formação acadêmica, como centro de pensamento e desenvolvimento de ideias. Ao mesmo tempo, atua como instituição de treinamento para capacitar brasileiros ao debate e à disputa política.

Mais informações:

Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA