Maurício José Cunha é o novo diretor executivo do ChildFund Brasil

 


 




Ex-secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente assumiu o cargo na última terça-feira, 6

 

Clique Para Download
Maurício Cunha, novo diretor do ChildFund Brasil (Divulgação)

Setembro, 2022 -- Com 28 anos de experiência em organizações sociais nacionais e internacionais, o administrador Maurício José Silva Cunha assumiu, na última terça-feira (6), a direção executiva do ChildFund Brasil, organização não governamental que atua há 56 anos com foco na erradicação da pobreza e na melhoria de vida de crianças, adolescentes e jovens brasileiros em situação de vulnerabilidade social, assim como de suas famílias e comunidades. Para assumir a instituição, Cunha deixou o cargo de secretário Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que ocupava desde 2019, onde era responsável pela Política Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.
 

O nome do novo diretor foi definido após um criterioso processo seletivo conduzido de forma pro bono pela consultoria Prime Talent Executive Search, que atua em toda a América Latina na busca e seleção de profissionais estratégicos. Cunha foi aprovado por unanimidade pelo Conselho de Administração, pelo ChildFund International e pelo time executivo do ChildFund Brasil. Ao todo, 127 pessoas foram entrevistadas durante o processo.
 

“Recebo a Missão de liderar o ChildFund Brasil com muita honra, gratidão e motivação. Para mim, é o coroamento de quase 30 anos de atuação na área da infância. Temos um time extraordinário, e juntamente com nossos apoiadores, empregaremos o melhor do nosso conhecimento, recursos, esforços e dedicação para construir um país melhor para as nossas crianças e adolescentes”.
 

Mestre em Antropologia Social e doutorando em Políticas Públicas pela Universidade Federal do Paraná, o novo diretor do ChildFund Brasil trabalha há quase três décadas com instituições que atuam na área da proteção e defesa de direitos de crianças em situação de vulnerabilidade, tendo sido coordenador de diagnósticos sociais, comunitários e da criança e do adolescente nos estados de São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Pernambuco, Bahia, Piauí, Ceará e Pará.
 

Eleita três vezes a melhor ONG para crianças e adolescentes do país, o ChildFund Brasil integra uma rede global, presente em 70 países, que beneficia diariamente milhões de pessoas, criando oportunidades e desenvolvendo habilidades junto a crianças em situação de extrema vulnerabilidade. A organização impactou, em 2021, 113 mil pessoas, em 769 comunidades, em sete estados, e está entre as 100 melhores ONGs do país desde 2017.
 

Cunha chega com a missão de colocar em prática a meta estabelecida pelo ChildFund Brasil de alcançar cerca de cinco milhões de crianças e seus familiares no território brasileiro até 2030. Já em nível global, a meta é alcançar 100 milhões de pessoas, buscando sempre um mundo em que todas as crianças e adolescentes tenham seus direitos respeitados e atinjam seu potencial.
 

Sobre o ChildFund Brasil

O ChildFund Brasil, fundado em 1966, com sede nacional em Belo Horizonte (MG) e presente em sete estados brasileiros (Bahia, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Piauí e São Paulo), é uma organização que atua na promoção e na defesa dos direitos da criança e do adolescente, para que tenham seus direitos respeitados e alcancem o seu potencial.
 

A organização faz parte de uma rede internacional -- associada ao ChildFund International e ao ChildFund Alliance -- presente em 70 países e que gera impacto positivo a 23 milhões de crianças e suas famílias. No Brasil, beneficia a vida de mais de 110 mil pessoas, sendo cerca de 60 mil crianças e adolescentes, tendo sido eleita a melhor ONG para Crianças e Adolescentes do país por três anos (2018, 2019 e 2021) e com presença, também, entre as 100 melhores por cinco anos consecutivos pelo Prêmio Melhores ONGs.
 

Para realizar esse trabalho, conta com a contribuição de pessoas físicas, principalmente por meio do programa de apadrinhamento, e também de doações de empresas, institutos e fundações que apoiam os projetos desenvolvidos.

 

Assessoria de imprensa

Comentários