Uso dos porques.

1) Os termos destacados são classificados como:

“Ele reside perto da escola.”
2) Na oração “Alexandre provavelmente ficaria surpreso (...), a expressão em destaque corresponde a um advérbio de:




3) Com relação aos encontros vocálicos, a série de palavras que apresenta apenas ditongos é:


1) POR QUE : usado nas frases interrogativas, diretas (no início da frase); ou indireta (no meio da
frase); sinônimo “por qual razão/motivo” ou apenas “pelo(a) qual”
Exemplos:
Por que você não vai ao cinema? (por qual razão/motivo)Gostaria de saber por que você não foi à aula. (por qual razão/motivo)

2) POR QUÊ: usado nas frases interrogativas diretas em fim de frase ou sozinho
Exemplos:
Vocês não comeram tudo? Por quê?
Andar cinco quilômetros, por quê? Vamos de carro.

3) PORQUE (junto e sem acento): sinônimo de pois, uma vez que (…).
Exemplos:
Não fui ao cinema porque tenho que estudar para a prova.
Não vá fazer intrigas porque prejudicará você mesmo.

4) PORQUÊ : funciona como substantivo.
Exemplos:
O porquê de não estar conversando. (motivo)
Diga-me um porquê para não fazer o que devo.

4) Assinale a alternativa que completa a frase abaixo corretamente.

______ ela queria tanto comprar aquela bolsa?

Comentários