Pesquisar

1 de nov. de 2022

INSIGNIFICÂNCIA

 Escrevo porque não sou imprescindível,

escrevo por que sou insignificante,

e dessa insignificância me faço significante;

isso parece relativista e paradoxal,

no entanto, é assim mesmo,

me torno, me autoafirmo e me reconheço

a partir de minha insignificância que ganha importância...

O reconhecimento de minha insignificância

abre as portas de uma significância  

que não está exatamente contida em mim. 

Autoafirmar-se insignificante

e encontrar uma outra forma de significado em si mesmo; 

deixa tudo que realizo importante e significante,

e tudo passa a ser bem feito...

e a rotina bem trabalhada,

afinal,  não tenho perspectiva de realizar grandes feitos,

e tudo se torna importante e deve ser bem realizado.

José Nunes Pereira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CMC, CIDADE DE MARÍLIA