Lewis Hamilton visita escola estadual da Vila Mariana

 

Lewis Hamilton visita escola estadual da Vila Mariana

Piloto conversou com estudantes da EE Lasar Segall sobre projeto de vida em ação promovida pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e pelo Instituto Ayrton Senna


Com muita surpresa e entusiasmo, os 354 estudantes da EE Lasar Segall, na Vila Mariana na capital paulista, conheceram o campeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton em evento promovido pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) e pelo Instituto Ayrton Senna, nesta quinta (10). Estiveram presentes a presidente do Fundo Social de São Paulo, Luciana Garcia, o secretário estadual da Educação, Hubert Alquéres, a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, e a dirigente da Diretoria de Ensino Centro Sul, Maria Isabel Faria.

O piloto, que já declarou que o Ayrton Senna é seu maior ídolo e sua maior inspiração, conversou com os estudantes sobre projeto de vida, combate ao racismo, diversidade cultural, igualdade de gênero e bullying.

“Gostei muito de falar com o Hamilton. Soube que ele luta contra o racismo e sofreu bullying na infância. Perguntei o que ele tem feito para garantir a igualdade de gênero na fórmula 1 e ele disse que tem um projeto de incluir mais mulheres na Fórmula 1 e na equipe dele que tem algumas mulheres”, comentou a estudante Verena Vilaça Mayer, do 6º ano do ensino fundamental.

Com inglês fluente, a estudante do 8º ano Manoela Ferreira Xisto Deodato quis saber como é trabalhar e conviver com pessoas de diferentes culturas e que falam várias línguas. “Minha pergunta tem a ver com meu projeto de vida que é ser advogada internacional. Aqui na escola recebemos um aluno venezuelano que foi acolhido e incluído em todos os projetos, mas tenho primos que moram em outros países que passaram por situações que não deviam ter acontecido. Quero ajudar essas pessoas no futuro”, explica Manoela.

Em um momento emocionante, quando um aluno contou que sentia hostilidade na escola que estava anteriormente porque não ia bem nos estudos, Hamilton abraçou o estudante. “Eu também não tirava boas notas e ouvia das pessoas que não teria sucesso. Então, é preciso acreditar em si mesmo para poder ser tudo o que quiser”, declarou o piloto.

“Esse encontro mostra o quanto é importante acreditarmos em nossos sonhos, em nosso projeto de vida. Desenvolver as competências socioemocionais, como empatia, autoestima, determinação e criatividade, é fundamental na formação de nossos estudantes”, enfatizou Hubert Alquéres.

“Além de saber português e matemática, no século 21 é também preciso saber trabalhar em time, ter iniciativa, determinação, tolerância. Saber conviver e respeitar o diferente, independentemente da cor da pele, religião ou partido político”, declarou Viviane Senna, lembrando que a educação integral é uma das mais importantes ferramentas para atingirmos esse objetivo.

Além da visita do piloto, a escola foi presenteada com um mural pintado pelo artista brasileiro Eduardo Kobra, que mostra Hamilton segurando o capacete do Ayrton Senna. O mural foi assinado no mesmo dia pelo próprio Hamilton.

A Escola Estadual Lasar Segall foi escolhida para sediar a ação por ser uma das unidades que promoveu o desenvolvimento e monitoramento de competências socioemocionais, inclusive durante a pandemia. O trabalho implementado pela escola contou com o suporte da parceria firmada pelo Instituto Ayrton Senna com a Secretaria da Educação para a implementação da política de educação integral no estado, desde 2019.

Comentários