SIMULADO - LINGUA PORTUGUESA E LITERATURA

1)  A expressão destacada pode ser substituída, sem alteração de sentido, pela expressão entre parênteses, em: 

(A)  No entanto, pouco sobrou desse projeto. (Porque) 

(B)  Embora as máquinas não sejam tão atraentes... (Mesmo que) 

(C) Quando os pesquisadores tentaram executar... (Se) 

(D)  Parece uma tarefa muito simples, todavia criar um código... (já que)

 (E)  O que o Google está fazendo é treiná-lo para que faça coisas... (ainda que)


2)  Considere as frases elaboradas a partir das ideias do texto. 

A empresa tem um ambicioso programa de robótica e decidiu reformular esse ambicioso programa.

 • Alguns robôs lidam com objetos não familiares, e os pesquisadores analisam como organizam esses objetos. 

De acordo com o emprego e a colocação dos pronomes estabelecidos pela norma-padrão, os trechos em destaque podem ser substituídos por:

 (A) reformulá-lo; os organizam 

(B) reformulá-lo; lhes organizam 

(C) o reformular; organizam-lhes 

(D) reformular-lhe; os organizam 

(E) lhe reformular; organizam-nos


3) Considere a frase do segundo parágrafo. “O New York Times” foi o primeiro jornal a conhecer parte da tecnologia na qual a companhia vem trabalhando. 

Em conformidade com a regência padrão da língua portuguesa, o termo destacado pode ser substituído por: 

(A) estar a par em 

(B) estar interessado com 

(C) ter acesso de

 (D) informar-se com 

(E) inteirar-se de

4) Assinale a alternativa correta quanto à concordância verbal padrão. 

(A) Em 2013, participando do projeto, existia duas equipes especializadas em robôs humanoides. 

(B) “O New York Times”, depois de entrevistar os pesquisadores, noticiaram os avanços do projeto.

(C) Para os integrantes do programa, impõe-se o desafio de construir robôs a baixo custo. 

(D) O aprendizado das máquinas , segundo especialistas, serão a solução para a robótica voltada para a manufatura. 

(E) O braço robótico, que manipulavam as bananas de plástico, gastou horas em tentativas, acertos e erros.


Quando você se refere___ alguém dizendo “maria vai com as outras” significa que a pessoa não tem opinião própria. Mas quem foi essa primeira Maria? Para o pesquisador Brasil Gerson, a expressão tem origem no século 19 com a chegada da família real portuguesa. A mãe de Dom João VI, a rainha Maria I,____ quem muitos atribuíam o nome de “A Louca”, costumava passear____ margens do rio Carioca, acompanhada de suas damas de companhia, e o povo, vendo essa cena, comentava: “Maria vai com as outras”. 

(Ernani Fagundes. Aventuras na História, novembro de 2005. Adaptado) 

5) De acordo com a norma-padrão, as lacunas desse texto devem ser preenchidas, respectivamente, por: 

(A) a ... a ... às 

(B) a ... à ... às 

(C) a ... a ... as 

(D) à ... a ... às 

(E) à ... à ... as


Leia o poema de Eugênio de Castro para responder 



Tua frieza aumenta o meu desejo:
Fecho os meus olhos para te esquecer,
Mas quanto mais procuro não te ver,
Quanto mais fecho os olhos mais te vejo.

Humildemente, atrás de ti rastejo,
humildemente, sem te convencer,
Antes sentindo para mim crescer
Dos teus desdéns o frígido cortejo.

Sei que jamais hei de possuir-te, sei
Que outro feliz, ditoso como um rei
Enlaçará teu virgem corpo em flor.

Meu coração no entanto não se cansa:
Amam metade os que amam com esperança,
Amar sem esperança é o verdadeiro amor.

(Massaud Moisés. A literatura portuguesa através dos textos. Adaptado) 

6) Sei que jamais hei de possuir a vós... Com base nas ideias presentes no poema, é correto afirmar que o eu poético 

(A) se sente esperançoso e crê que seu amor será correspondido, apesar do desprezo da mulher amada. (B) continua a cortejá-la, sentindo que há futuro para esse amor, apesar da falsidade da mulher amada. (C) está convicto de que vai conquistá-la, idealizando esse relacionamento, apesar do egoísmo da mulher amada. 
(D) admite que a concretização desse amor exige sacrifícios e aceita ser submisso, apesar da vaidade da mulher amada. 
(E) reconhece que não será bem-sucedido, mas pretende ser sempre fiel a esse amor, apesar da indiferença da mulher amada.


7) No poema

(A) humildemente (2 a estrofe) expressa circunstância adverbial de modo, como em: Talvez ela virá à festa para encontrá-lo. 
(B) humildemente (2 a estrofe) expressa circunstância adverbial de afirmação, como em: Foi muito prazeroso visitar esta cidade. 
(C) jamais (3a estrofe) expressa circunstância adverbial de negação, como em: O diretor reclamou à beça das condições do teatro. 
(D) jamais (3a estrofe) expressa circunstância adverbial de tempo, como em: A avó ainda guarda muitas fotos da família. 
(E) com esperança (4a estrofe) expressa circunstância adverbial de intensidade, como em:
 Ele raramente chega na hora marcada. 

8) Considere os versos da terceira estrofe.

 Que outro feliz, ditoso como um rei Enlaçará teu virgem corpo em flor
No poema, as expressões destacadas podem ser, correta e respectivamente, entendidas no sentido de: 

(A) sábio; sensual. 
(B) afortunado; jovem. 
(C) astuto; perfumado. 
(D) poderoso; moreno. 
(E) temido; esguio.


9- Supondo que o eu poético se dirigisse à mulher amada empregando o pronome você, na terceira estrofe ele deveria dizer, de acordo com a norma-padrão:

(A) Sei que jamais hei de possuir-lhe... 
(B) Sei que jamais hei de possuir ela... 
(C) Sei que jamais hei de possuir-vos... 
(D) Sei que jamais hei de possuí-la...
(E) Sei que jamais hei de possuir a vós...

10) Assinale a alternativa cujo verso expressa uma aparente contradição

(A) Quanto mais fecho os olhos mais te vejo 
(B) Humildemente, atrás de ti rastejo 
(C) Sei que jamais hei de possuir-te, sei 
(D) Enlaçará teu virgem corpo em flor 
(E) Meu coração no entanto não se cansa



GABARITO: 1-B     2-A     3-E    4-C    5-A      6-E       7-D         8- B       9- D         10-A 

Comentários