Escolas do Estado de São Paulo passam por reformas para o retorno das aulas

 

Escolas estaduais de Jaboticabal passam por reformas antes da volta às aulas

Obras visam manutenção, acessibilidade e embelezamento das unidades escolares; aulas na rede estadual voltam no próximo dia 3 de fevereiro

Com o objetivo de atender melhor estudantes e professores, 25 das 28 escolas estaduais da Diretoria de Ensino de Jaboticabal contarão com novidades estruturais e de embelezamento já em 3 de fevereiro, o primeiro dia de aula. Entre as obras de melhoria, vale destacar a pintura de corredores e de salas de aulas, substituição de bancos de cimento, revitalização de espaço de convivência, reformas de banheiros e bebedouros, reparo no alambrado de quadra poliesportiva e obras de acessibilidade, entre outras.

As reformas estão sendo realizadas via Coordenadoria de Infraestrutura e Serviços Escolares (CISE) e pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) ou por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Paulista), iniciativa da Pasta que objetiva a transferência de recursos financeiros às escolas públicas estaduais. No ano de 2022, as escolas da Diretoria de Ensino de Jaboticabal receberam, juntas, mais de R$ 3,6 milhões pelo PDDE.

“Poder começar o ano letivo com as escolas ainda mais bonitas e preparadas para receber os alunos é muito importante. Além de melhorar a qualidade de vida para o estudante em sua rotina diária, notar que a escola está sendo preservada certamente é um estímulo a mais para a equipe de professores e outros funcionários”, comenta a dirigente de ensino de Jaboticabal, Jussara Destri.

Uma das unidades reformadas é a Escola Estadual Dr. Luiz Zacharias de Lima, do município de Monte Alto, que passa por reparos nos alambrados da quadra de esportes, reforma no piso, manutenção de um dos beirais da cobertura do bloco 2, pintura externa, reforma de sanitários e da cozinha, adequação da rede de climatização, revisão elétrica, reparo em canaletas, além de contar com um novo abrigo de gás.

As aulas têm início em 3 de fevereiro e se encerram em 15 de dezembro. O primeiro dia de atividades com alunos será dedicado ao acolhimento. O recesso escolar dos estudantes acontece integralmente em julho, do dia 3 ao 23. O calendário também prevê reuniões de planejamento, nos dias 1 e 2 de fevereiro, e replanejamento, em 24 de julho. Dividido em 2 semestres e 4 bimestres, o ano possui 200 dias letivos já levando em consideração os feriados nacionais.

Comentários