quinta-feira, 23 de fevereiro de 2023

Topaz oferece solução 360º para canais físicos e digitais

Com o SERVCore Teller, a evolução das funcionalidades dos canais digitais é replicada para as agências bancárias e cooperativas

Clique aqui para visualizar a foto de Flavio Gaspar, diretor de Produtos da Topaz

São Paulo, fevereiro de 2023 - De acordo com uma pesquisa recente do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), filas longas e horas de espera nos bancos ainda fazem parte da realidade do consumidor. Atenta ao público que precisa ou prefere ir às agências, a Topaz, venture do Grupo Stefanini especializada em soluções financeiras e com atuação em mais de 25 países, oferece para os bancos e cooperativas  o SERVCore Teller. São soluções rápidas, intuitivas, seguras e com alta disponibilidade para otimizar o tempo e estabelecer um bom relacionamento entre clientes e bancos.
Com a capacidade de se integrar a diferentes ferramentas, o SERVCore Teller permite que as soluções de caixa cumpram todos os requisitos relacionados à agilidade no atendimento, tempo de resposta, processamento e finalização das operações. O gerenciamento de disponibilidade é realizado a partir de métricas e relatórios com tempo de resposta dos serviços, possibilitando à Topaz disponibilizar mais recursos para que as instituições consigam atender com eficiência os períodos de pico. 

“Com o processo de transformação digital acelerado pela pandemia, a utilização dos canais digitais para as transações financeiras se intensificou. Porém, não podemos nos esquecer que ainda existe uma parcela da população que frequenta as unidades físicas, que devem estar totalmente equipadas e preparadas para garantir uma boa experiência ao cliente. Oferecemos uma solução 360º moderna, que contempla todos os canais, sejam eles físicos ou digitais”, afirma Adolfo Blengini Netogerente de Produtos de Canais Financeiros da Topaz.

Embora a crise sanitária tenha refletido no fechamento de agências bancárias, todos os municípios contam com pelo menos um ponto físico de atendimento para serviços financeiros, segundo Relatório de Cidade Financeira divulgado pelo Banco Central. “Na contramão de alguns bancos tradicionais, observamos que as grandes cooperativas estão investindo na abertura de agências para suprir a demanda de atendimento em algumas localidades. Nossa solução SERVCore Teller está pronta para auxiliar os funcionários a oferecer uma experiência diferenciada, especialmente para quem não tem acesso à Internet e dificuldades na utilização da tecnologia. Toda a evolução das funcionalidades dos canais digitais está sendo adaptada e trazida para os pontos físicos”, explica Hugo Nagatomo, Product Owner do SERVCore Teller.

A pesquisa do IDEC aponta ainda que alguns bancos subestimam a capacidade de atendimento de suas agências. Em geral, utilizam menos de 30% dos guichês de caixa em dias normais e 50% em dias de pico. Embora já direcionem os clientes para os terminais de autoatendimento e canais digitais (responsáveis por 70% das operações bancárias no País), há serviços que precisam ser realizadas no ambiente da agência, tais como saques em espécie de valores elevados, transações com cheque, malotes de empresas e conferências de depósitos com envelopes.

Com a criação do PIX e o avanço dos meios de pagamentos digitais, houve uma queda na utilização dos cheques, porém ainda são compensados cerca de 100 milhões por semestre. De acordo com dados da Febraban, o volume financeiro gerado pelos cheques se mantém estável: R$ 333,3 bilhões no ano passado, contra R$ 333,5 bilhões em 2021, o que dá uma média de R$ 3,2 mil por cheque. Outra questão relacionada ao uso do guichê do caixa é a movimentação em espécie. Em julho de 2020, o Banco Central aumentou o controle sobre o Sistema Financeiro Nacional (SFN), reduzindo de R$ 10 mil para R$ 2 mil a necessidade de informar os dados do portador dos recursos em espécie, como forma de controlar as movimentações, prevenir a lavagem de dinheiro e a sonegação de impostos.

“A utilização da solução SERVCore Teller pelo maior banco público do Brasil e pelas maiores cooperativas de crédito colocam a Topaz em um patamar estratégico. Manter o produto nas maiores instituições financeiras traz oportunidades para novos negócios, pois temos uma gama de soluções, como o core bancário Topaz Banking e o sistema de compliance e prevenção à lavagem de dinheiro, o Topaz Trace, para oferecer uma experiência completa”, complementa Flavio Gaspardiretor de Produtos da Topaz.

Recentemente, a venture do Grupo Stefanini anunciou a oferta de nova modalidade de onboarding em sua plataforma SERVCore via WhatsApp. Com toda a comunicação em primeira pessoa, a nova funcionalidade busca oferecer aos clientes da Topaz mais proximidade com o usuário, contemplando uma jornada mais leve e intuitiva com apenas alguns passos para abertura de conta.

Além das soluções de caixa/agência, a plataforma SERVCore, responsável pela automação dos canais de atendimento, inclui produtos de autoatendimento, mobile e internet banking, compensação de cheques, solução de biometria e troca de chaves. Integrado à solução antifraude OFD, o SERVCore é utilizado em mais de 6 mil agências e contabiliza mais de 21 milhões de usuários de biometria – número que deve crescer 25% em 2023.

Sobre a Topaz

A Topaz é uma das maiores empresas de tecnologia especializada em soluções financeiras digitais da América Latina, com a plataforma tecnológica mais completa e aderente do mercado, parte do Grupo Stefanini. Com mais de 30 anos de experiência, está presente em mais de 25 países, com mais de 250 clientes de diversos portes e segmentos. Oferece a plataforma Full Banking, End To End, que concede o melhor Time to Market ao mercado com soluções de core bancário à efetivação das transações com segurança. Focada em pessoas e na tecnologia feita por elas, tem como propósito ser o principal alicerce para a evolução dos negócios e das conexões digitais no mundo financeiro.
 
Informações para Imprensa:

DFREIRE Comunicação e Negócios

Publicações mais visitadas