quinta-feira, 2 de março de 2023

Mercado norte-americano abre portas para a sustentabilidade brasileira


 

 



Realizada em novembro do ano passado, a Missão de Sustentabilidade nos Estados Unidos apontou as tendências de ESG naquele mercado e abriu oportunidades para a cadeia produtiva do calçado brasileiro. O insight foi divulgado ontem (01), em evento realizado em Novo Hamburgo/RS que apresentou os resultados da ação realizada no âmbito do By Brasil Components, Machinery and Chemicals, programa de internacionalização do setor mantido pela Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).


A Missão, que visitou grandes empresa com foco em sustentabilidade com atuação no mercado norte-americano, como All Birds, Patagonia, Schoolab, Deckers, Av.Re, Shoes53045 e Applied Materials, teve a participação de representantes da Assintecal e das empresas Bertex, Box Print, Embasul, Kisafix e Wolfstore. Na apresentação dos resultados, a consultora de Inovação e Sustentabilidade, Cenira Verona, ressaltou a importância que os players locais dão não somente para a sustentabilidade nos seus pilares ambiental e social, mas também para as certificações que garantam a rastreabilidade de um produto efetivamente sustentável. “Nas visitas, percebemos que as marcas utilizam muitos componentes eco-responsáveis em seus produtos, como algas, óleo de mamona, garrafas recicladas, fibras de plantas, lãs naturais, cana de açúcar, entre outros. São componentes que temos aqui no Brasil”, destacou, ressaltando que o fato abre oportunidades importantes para os produtores de componentes brasileiros, principalmente os já certificados no âmbito do programa Origem Sustentável.


Gerenciamento

Outro fator importante para as empresas sustentáveis dos Estados Unidos é o gerenciamento dos impactos de suas atividades. “Não é suficiente dizer que é sustentável, é preciso comprovar, pela rastreabilidade e medida de impacto. O fato abre espaço para certificações, caso do Origem Sustentável”, disse.


Cenira também frisou a relevância da economia circular para o mercado norte-americano, algo que muitas empresas brasileiras já praticam, mas que pode ser ampliado e mais divulgado. “Nós já temos esses diferenciais que as grandes empresas visitadas requisitam. Então é uma oportunidade comercial importante para estarmos atentos. Chegamos lá para aprender, mas acabamos também ensinando e mostrando como a cadeia produtiva do Brasil já pratica sustentabilidade, o que foi muito bem recebido pelos CEOs visitados”, contou a consultora.


Case

Um dos empresários que participou da Missão foi Marcos Schmitt, da Box Print, terceira maior fabricante de embalagens do Brasil que é certificada no nível máximo (Diamante) do Origem Sustentável. “No ano passado, somente com resíduos reaproveitados tivemos uma economia de R$ 1 milhão. Então, o que quero dizer aqui é que a sustentabilidade não é apenas ambiental, mas também econômica e pode auxiliar na saúde financeira da empresa”, destacou o CEO, ressaltando que a sustentabilidade já é uma realidade nos mercados dos Estados Unidos e da Europa. “Esses países, em breve, irão sobretaxar produtos que não sejam sustentáveis. Então, precisamos nos antecipar. Hoje, a sustentabilidade não é mais um diferencial, é uma questão de sobrevivência do negócio”, concluiu.


Origem Sustentável

No final do evento, a gestora de Marketing e Relacionamento da Assintecal, Aline Santos, apresentou o programa Origem Sustentável, único a certificar empresas da cadeia produtiva do calçado em conformidade com as regras de ESG no mundo. Criado pela Assintecal em conjunto com a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), o programa tem mais de 90 empresas certificadas ou em processo de certificação.


Aline adiantou, ainda, que, levando em consideração a diretriz de sustentabilidade, a Assintecal criará Grupo Setorial de Sustentabilidade, com empresas associadas que visam ampliar o engajamento rumo a uma produção em conformidade com os conceitos de ESG. Além do grupo, a Assintecal seguirá realizando, anualmente, as Rodadas de Sustentabilidade, que reúnem fornecedores de materiais eco-responsáveis e indústrias de calçados, palestras de sensibilização sobre o tema, reforço do conceito nas pesquisas do Conexão INSPIRAMAIS e missões de sustentabilidade - a segunda delas deve ser para a Europa, no segundo semestre do ano.

 

 


Sobre o By Brasil Components, Machinery and Chemicals

Os fabricantes brasileiros que integram o setor de componentes interessados em ampliar suas relações comerciais com o mercado externo têm a oportunidade de participar, assim como outras 300 empresas, do projeto By Brasil Components, Machinery and Chemicals, realizado pela Assintecal, ApexBrasil e Abrameq, que pretende promover um bom desempenho das exportações e, consequentemente, do setor. O projeto possui soluções adequadas a cada nível de internacionalização, mantendo ao alcance das empresas ações de promoção comercial, inteligência, capacitação, entre outros. Para mais informações, entre em contato por meio do e-mail: relacionamento@assintecal.org.br.


Sobre a ApexBrasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira.

Publicações mais visitadas