PESQUISA

Páginas

Mostrando postagens com marcador Marília. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Marília. Mostrar todas as postagens

Notícias Região de Marília

 

Cidade de Marília

NOTÍCIAS
Corpus Christi em Bauru e Marília: veja o que abre e o que fecha
1 de 1 Prefeitura de Bauru (SP) informa que a coleta de lixo não será realizada na cidade no feriado de Corpus Christi — Foto: Priscila Medeiros/ ...
FacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Mortes por Covid-19 registradas no centro-oeste paulista nesta terça-feira, 1º de junho
Bauru, Marília e Assis registram juntas 16 novas mortes por coronavírus; na ... Com isso, a cidade soma 892 óbitos desde o início da pandemia.
FacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Marília registra redução no número de casos de dengue
De acordo com avaliação do poder Executivo, a drástica redução no número de casos de dengue na cidade deve-se a dois fatores: as ações ...
FacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Universidade de Marília tem cursos EaD aprovados pelo MEC com excelência
Instituição é a 9ª melhor universidade do estado de São Paulo, segundo o ICG 2019. Na modalidade EaD, a Unimar recebeu a nota 4 em uma escala ...
FacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Colégio Embraer de Botucatu abre processo seletivo para 80 vagas do ensino médio
... na região da cidade. Inscrições podem ser feitas a partir desta terça-feira (1º). Por G1 Bauru e Marília. 01/06/2021 08h28 Atualizado em 12 horas ...
FacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Cães com sinais de maus-tratos são resgatados de casa após mandado de busca; dono foi preso
Morador de 55 anos mantinha dois animais desnutridos, desidratados e debilitados; ele é a primeira pessoa presa na cidade com base na nova lei ...

Mel Mineirão - Marília

 COMÉRCIO DE MEL - MARÍLIA - SP 


Mel em Marília - Mel Mineirão




Mel Mineirão

100% natural 

cidade de Marília -SP

contato

Nunes 999010523 - 997050523 


facebook: 

CONTATOS: 

https://www.facebook.com/quitandamineirao 

https://www.facebook.com/SorveteAmericanoMarilia


pROPRIEDADES TERAPÊUTICAS DO MEL

Atribuem-se ao mel várias propriedades medicinais, além de sua qualidade como alimento. Apesar de o homem fazer uso do mel para fins terapêuticos desde tempos remotos, sua utilização como um alimento único, de características especiais, deveria ser o principal atrativo para o seu consumo.

Infelizmente, a população brasileira, de maneira geral, não o encara dessa forma, considerando-o mais como um medicamento do que como alimento, passando a consumi-lo apenas nas épocas mais frias do ano, quando ocorre um aumento de casos patológicos relacionados aos problemas respiratórios. No Brasil seu consumo como alimento ainda é muito baixo (aproximadamente 300 g/habitante/ano), principalmente ao se comparar com países como os Estados Unidos e os da Comunidade Européia e Ásia, que podem chegar a mais de 1 kg/ano por habitante.

Dentre as inúmeras propriedades medicinais atribuídas ao mel pela medicina popular e que vêm sendo comprovadas por inúmeros trabalhos científicos, sua atividade antimicrobiana talvez seja seu efeito medicinal mais ativo (Sato et al., 2000), sendo que não apenas um fator, mas vários fatores e suas interações são os responsáveis por tal atividade.

Segundo Adcock (1962), Molan (1992) e Wahdan (1998), os responsáveis por essa habilidade antimicrobiana são os fatores físicos, como sua alta osmolaridade e acidez, e os fatores químicos relacionados com a presença de substâncias inibidoras, como o peróxido de hidrogênio, e substâncias voláteis, como os flavonóides e ácidos fenólicos.

De maneira geral, destinam-se ao mel inúmeros efeitos benéficos em várias condições patológicas.

Propriedades antissépticas, antibacterianas também são atribuídas ao mel, fazendo com que ele seja utilizado como coadjuvante na área terapêutica em diversos tratamentos profiláticos (Stonoga & Freitas, 1991).

Sua propriedade antibacteriana já foi amplamente confirmada em diversos trabalhos científicos (Adcock, 1962; White & Subers, 1963; White, Subers & Schepartz, 1966; Dustmann, 1979; Molan et al., 1988; Allen et al., 1991; Cortopassi-Laurino & Gelly, 1991), como também sua ação fungicida (Efem et al., 1992), cicatrizante (Bergman et al., 1983 e Efem, 1988; Green, 1988 e Gupta et al., 1993) e promotora da epitelização das extremidades de feridas (Efem, 1988).

Popularmente, ao mel ainda se atribuem outras propriedades como anti-anêmica, emoliente, antiputrefante, digestiva, laxativa e diurética (Veríssimo, 1987).

Atualmente alguns países, como a França e a Itália, já vêm objetivando a produção de mel com propostas terapêuticas específicas, como nos tratamentos de úlceras e problemas respiratórios (Yaniv & Rudich, 1996).

Apesar de a medicina popular atribuir ao mel inúmeras propriedades curativas, sendo muitas delas já comprovadas por pesquisadores do mundo inteiro, a sua utilização para fins terapêuticos deve ser indicada e acompanhada por profissionais da saúde, não cabendo qualquer substituição de medicamentos sem o devido aval médico.

Referências

Informações obtidas no site : 

http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Mel/SPMel/historico.htm








Humanos consomem mel há mais de 10 mil anos 



O hábito de consumir mel vem de longa data na história da humanidade: os registros mais antigos datam de 8 mil a.C., com pinturas rupestres no sítio arqueológico de Cuevas de Las Arañas, na Espanha, que representam o alimento. Apesar de ser produzido por mais de 20 mil insetos e até por algumas plantas, o mel docinho, viscoso e amarelado que consumimos vem das abelhas do gênero Apis (que estão ameaçadas por conta dos desequilíbrios ambientais). Conheça mais sobre o alimento:

Propriedades
O mel varia de acordo com as plantas que provêm o néctar, o terreno e a espécie de abelha, o que pode alterar cor, aroma e sabor. A coloração mais comum é amarelo-escuro, mas pode variar entre branco e castanho. Quanto mais claro, mais suave em aroma e sabor, porém menos rico em proteínas e sais minerais.

Ele é composto principalmente dos açúcares glucose (32%) e sacarose (38%). O restante da composição é de água (18%), outros açúcares e substâncias. Por causa da baixa concentração de água, acaba sendo uma substância viscosa. A presença de açúcar,no entanto, pode levar à cristalização em temperatura ambiente ao longo do tempo — aliás, essa é uma característica que garante a autenticidade da substância. Por sua composição química, o mel é um alimento imperecível e pode durar milhares de anos se for armazenado corretamente.

Como é produzido
As abelhas produzem o mel com a coleta do néctar das plantas. Ele é usado tanto para alimentar as abelhas que fazem o transporte do néctar até a colmeia, quanto para ser armazenado e consumido pela colônia durante o inverno.

O néctar é uma substância doce produzida pelas flores para atrair insetos, que durante a coleta acabam por fazer a polinização. No caminho para a colmeia, o néctar armazenado no abdôme da abelha passa por reações enzimáticas que quebram seu açúcar em dois açúcares menores (glucose e sacarose). Chegando na colmeia, a abelha deposita essa substância nos favos, onde outras abelhas continuarão o processo de regurgitação e remoção do excesso de água, até formar o mel.


Abelhas durante a extração do néctar (Foto: Pixabay)

Consumo na história
Durante muito tempo, o alimento foi a única fonte de açúcar para consumo humano. O mel é uma das matérias primas para a possível bebida alcoólica mais antiga do mundo, o hidromel, feita a partir de sua fermentação. A apicultura já era representada em artes do Egito Antigo que datam de 4.500 a.C. — além da alimentação, o mel era muito usado por sacerdotes no processo de embalsamento.

Produção atual
A apicultura hoje é uma atividade agrária amplamente especializada. Da domesticação de abelhas são obtidos o mel e outros subprodutos como o extrato de própolis, a geleia real, o pólen, a cera de abelhas e veneno. O maior produtor de mel do mundo é a China, responsável por 27,5% do volume. O Brasil vem em 11º lugar, com 2,2% da produção (em torno de 39,6 mil toneladas em 2018).

Crise das abelhas
Nos últimos anos, as abelhas têm sido ameaçadas pelo uso indiscriminado de agrotóxicos. Em Santa Catarina, maior exportador de mel no Brasil, 50 milhões de abelhas morreram envenenadas por agrotóxicos somente em janeiro de 2019.

Embora responsáveis pelo mel, a importância das abelhas se deve principalmente à polinização. Estimativas conservadoras afirmam que, sem elas, a produção agrícola mundial cairia em torno de 30% a 40%, afetando diversas culturas, como a abóbora, o girassol, o melão e a maçã.

Presidente Jair Bolsonaro com a camisa do MAC

Bolsonaro com a camisa do MAC - Marília Atlético Clube

Bolsonaro com a máscara do MAC - Marília - CMC

Presidente Jair Bolsonaro dando sorte para nosso glorioso MAC.
Daniel Alonso


O Prefeito de Marília, Daniel Alonso postou uma foto do Presidente Jair Bolsonaro com uma máscara e a camisa do time de nossa cidade, o Marília Atlético Clube - MAC. 
Os marilienses e torcedores do MAC agradecem a gentileza e a consideração. Para os patrocinadores estampados na camisa do time da cidade de Marília é uma visibilidade gigantesca. O veterinário Paulo Gelsi foi quem entregou o presente a Bolsonaro durante o 7 de Setembro no Distrito Federal.

Valeu PRESIDENTE 

No indicador “mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes”, média de Marília é comparável às melhores do mundo

Marília
O avanço de Marília à fase Amarela do Plano São Paulo, confirmado pelo Governo do Estado de São Paulo no início da tarde desta sexta-feira, dia 4 de setembro, e os melhores índices do município no indicador “mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes” foram os destaques da 23ª Reunião do Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus, realizada na tarde desta sexta.
Com a reclassificação, Marília e toda a região da DRS-IX (62 municípios) terão uma flexibilização maior das atividades já a partir deste sábado, dia 5 – a nova quarentena irá até o próximo dia 19.
Em Marília ficou definido que o comércio em geral passará a funcionar já a partir deste dia 5 (sábado) das 9h às 17h, de segunda a sábado; o Marília Shopping e o Esmeralda Shopping abrirão das 12h às 20h, inclusive aos domingos.
Já bares, restaurantes e similares, salões de beleza e barbearias, academias de esporte de todas as modalidades e centro de ginástica também poderão funcionar oito horas diárias, com horários sendo definidos pelos próprios estabelecimentos.
Durante o encontro foi definida também a permissão para eventos de pequeno porte e buffets, inclusive os infantis, desde que não gerem aglomerações.
MARÍLIA É DESTAQUE NO ESTADO E NO MUNDO
Na reunião foi apresentado também um levantamento da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), que mostra Marília com o melhor índice do estado entre 20 cidades com mais de 100 mil habitantes no indicador “mortes por Covid-19 por 100 mil habitantes”, até o último dia 2 de setembro.
Marília tem a melhor média estadual com 12,6 óbitos a cada 100 mil habitantes, seguido de São Carlos com 14,3 e Araraquara com 14,4. O índice de Marília é três vezes melhor que o de Bauru (37,2) e mais de cinco vezes melhor que do Estado (41,7 óbitos a cada 100 mil habitantes).
Se levar em conta as 16 cidades do estado que têm entre 200 mil e 300 mil habitantes, o índice de Marília também é o melhor do Estado e, segundo o pesquisador Carlos Alberto Guglielmi Eid, o indicador de Marília, assim como também de Araraquara e São Carlos, é comparável aos melhores do mundo.
AMPLIAGEM DA TESTAGEM
Até o momento a cidade de Marília já realizou 18.576 testes da Covid-19, sendo que o índice de positividade está em 17,8% (2.054 casos confirmados), com taxa de letalidade de 1,46%, também uma das melhores do estado.
E no próximo dia 12 de setembro, das 8h às 17h, no ginásio Neusa Galetti, na avenida Santo Antônio, o município irá ampliar essa testagem, realizando mais 1.200 testes para mototaxistas, taxistas, motoboys, motorista de aplicativo e entregadores; além de profissionais da educação, que trabalharam na entrega dos kits de alimentos e das cestas verdes, recentemente.
Só poderão fazer a testagem aqueles que fizeram uma inscrição prévia de forma on-line. Para mototaxistas, taxistas, motoboys, motorista de aplicativo e entregadores, o link de inscrição é o seguinte: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdzF6EXiS8Cxj8VXV-RedKsGbcMogwyFQQUB_P-C3e4P5QyDw/viewform.
Para os profissionais da educação municipal, a inscrição será feita pelo seguinte link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdzF6EXiS8Cxj8VXV-RedKsGbcMogwyFQQUB_P-C3e4P5QyDw/viewform.
Em ambos os casos haverá também a imunização da vacina Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola) para pessoas de 29 a 49 anos, sendo importante todos levarem documento com foto (RG ou CNH). Não será permitida a entrada de acompanhantes. O inscrito para o teste da Covid-19 e para aqueles que forem receber a tríplice viral terão acesso ao ginásio pela rua Borba Gato.
REESTRUTURAÇÃO DA REDE
Com base nos dados epidemiológicos e as especificidades de cada território, a Atenção Primária à Saúde anunciou também no encontro do Comitê o retorno, a partir de terça-feira, dia 8, aos atendimentos das seguintes unidades: USF Três Lagos, USF Vila Hípica, USF Parque dos Ipês e USF Jardim Marília, que passam de unidades de monitoramento para unidades assintomáticas.
Também a partir do dia 8 (terça-feira) a USF Jóquei Clube passa de unidade sintomática para assintomática, já que apresentou o menor número de atendimentos, com o intuito de otimizar os recursos humanos e ampliar o atendimento aos usuários da área de abrangência.

Fotos: Assessoria de Imprensa PMM

Ato cívico em Marília

Marília

A Prefeitura de Marília realiza nesta segunda-feira, dia 7 de setembro, às 8h30, no Paço Municipal, um ato cívico abrindo a Semana da Pátria em Marília, em comemoração aos 198 anos da Independência do Brasil.

Devido à pandemia do Coronavírus não haverá o tradicional desfile e apresentações artísticas. A cerimônia será apenas para autoridades dos poderes Executivo e Legislativo, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e convidados.

Diretoria de Divulgação e Comunicação
Prefeitura de Marília

Crianças se reuniram no Ganha Tempo de Marília para fazer mil da ave tsuru

Crianças de igreja budista fazem mil origamis de pássaro para pedir fim da pandemia em Marília

Lenda japonesa diz que quem fizer mil peças da ave tsuru com o pensamento voltado para o desejo poderá ter sonho realizado. Nos Estados Unidos, artista criou memorial com tsurus em homenagem às vítimas do coronavírus.
Por G1 Bauru e Marília

Cerca de 30 crianças de uma igreja budista de Marília (SP) fizeram mil tsurus, pássaros de papel feitos com a técnica do origami, para pedir o fim da pandemia de coronavírus.

O tsuru é uma ave sagrada do Japão, que simboliza saúde, sorte, felicidade e longevidade. A lenda japonesa diz que quem fizer mil peças do origami com o pensamento voltado para o desejo, poderá ter o sonho realizado.


Crianças se reuniram no Ganha Tempo de Marília para fazer mil tsurus — Foto: Ana Carolina Levorato/TV TEM

Crianças se reuniram no Ganha Tempo de Marília para fazer mil tsurus — Foto: Ana Carolina Levorato/TV TEM
As crianças se reuniram no Ganha Tempo da cidade para fazer os tsurus. O local fica aberto das 8h às 13h na Avenida das Indústrias, número 294.

Homenagem às vítimas da Covid

A artista Karla Funderburk, de Los Angeles, também começou a confeccionar tsurus, mas para criar um memorial em homenagem a cada uma das milhares de pessoas que morreram por coronavírus nos Estados Unidos.


Artista cria um memorial de tsurus, origami que imita um pássaro, para as vítimas de Covid-19 nos EUA — Foto: AP Photo/Richard Vogel

Artista cria um memorial de tsurus, origami que imita um pássaro, para as vítimas de Covid-19 nos EUA — Foto: AP Photo/Richard Vogel
Segundo ela, o origami foi uma forma de processar a perda, já que os tsurus são um símbolo tradicional japonês de carregar a alma para o céu, segundo ela.
As aves estão penduradas no teto do estúdio dela. O projeto conta com voluntários que entregam dezenas de pássaros de papel feitos diariamente, para que ela consiga concluir a homenagem em forma de arte.


"Os tsurus são um símbolo tradicional japonês de carregar a alma para o céu”, diz Funderburk — Foto: AP Photo/Richard Vogel

"Os tsurus são um símbolo tradicional japonês de carregar a alma para o céu”, diz Funderburk — Foto: AP Photo/Richard Vogel

Eleição municipal de Marília em 2020

 Brasão da Cidade de Marília SP - Baixar em PNG no Brasão.org

A eleição municipal de Marília em 2020 está prevista para ocorrer no dia 15 de novembro (primeiro turno) e 29 de novembro (segundo turno). Esta cidade de Marília possui 238.882 habitantes dentre os quais 178.917 são eleitores que neste dia votaram para definir o seu prefeito e os seus 13 vereadores.


Pré-candidatos(as) à prefeitura de Marília até o momento

NomePartidoCitação
13Juvenal de AguiarPT[1]
17Marcos FartoPSL[2]
19Abelardo CamarinhaPODE[3]
28Marcos JulianoPRTB[2]
45Daniel AlonsoPSDB[2]
90Nildo LeitePROS[2]

Referências